quinta-feira, 24 de maio de 2007

Ocupação da USP no Jornal da Gazeta

O jornal da gazeta possui conta no YouTube e lá postou videos sobre suas matérias acerca da ocupação da USP. Em um deles o secretário Pinotti é entrevistado e tenta desqualificar a ação dos ocupantes afirmando que a mesma se baseia em mentiras. Para completar Pinóquio, digo Pinotti, questiona o direito de greve dos servidores da saúde e defende que a utilização da força policial é um preceito da "autonomia universitária" dependendo exclusivamente da reitoria.



Um comentário:

VL disse...

VOCES SÃO APENAS MASSA DE MANOBRA, MANADA.

SÓ PARA RELEMBRAR:

CHÁVEZ INDICA SEU HOMEM NO BRASIL: STÉDILE

Por enquanto, para preparar o caminho, “fiquemos com Lula” - O MST informa: Lula é o “abre alas” da grande ofensiva para que João Pedro Stédile chegue ao poder. O plano de “tomada do governo” foi anunciado em Curitiba durante a passagem do Presidente da Venezuela, Hugo Chávez, que considera o “chefe nacional” do MST seu representante pessoal no Brasil e sucessor “natural e eventual” de Lula. O projeto de Chávez para o Brasil baseia-se em três pontos:

lº - Reeleição de Lula;

2º Contaminação urbana pelo MST, com aplicação dos seus métodos revolucionários para ocupação de áreas não edificadas e residências consideradas de luxo;

3º - CONTROLE DAS UNIVERSIDADES, para transformá-las em bases de ação;

4º - Controle de uma rede de comunicação, através da cooptação ou compra de redes de TV e rádio com recursos venezuelanos.

Quanto à opinião pública brasileira, a experiência no Carnaval (financiando a Escola de Samba de Vila Isabel, campeã do carnaval carioca de 2006) mostra que com um pouco de dólares tudo se arranja. E Chavez está disposto a gastar.