terça-feira, 21 de dezembro de 2010

Lula: "Já depositamos 30 milhões na conta da UNE; ela nunca teve tão rica como está agora"

O presidente Lula fez o discurso abaixo na inauguração das obras da nova sede da UNE, no bairro carioca do Flamengo. Ele é auto-explicativo.



Vale destacar a gratidão de Lula com a campanha da UNE em defesa do governo, na época dos escândalos do mensalão.

terça-feira, 14 de dezembro de 2010

Fortaleza vai realizar debate LGBT


No proximo dia 18, sábado, o PSTU de Fortaleza vai realizar um debate sobre a violência homofóbia. Veja o cartaz.

segunda-feira, 13 de dezembro de 2010

Ato em São Paulo exige liberdade para Assange


Um ato realizado em frente à embaixada britânica em São Paulo nesse dia 11 de novembro denunciou a prisão do fundador do site wikiLeaks, o jornalista australiano Julian Assange. O protesto contou com cerca de 50 pessoas que, munidas de máscaras e cartazes com o rosto de Assange, afixaram um cartaz na grade da embaixada pedindo liberdade ao jornalista.

A PM instalou cavaletes e fita para isolar a manifestação, que foi ainda "acompanhada" por pelo menos três viaturas e 15 homens da Força Tática.

Assange está detido na Inglaterra desde o dia 7 de novembro, aguardando extradição para a Suécia, onde enfrenta denúncias infundadas de "agressão sexual". Sua prisão ocorre pouco tempo após o início da divulgação de 250 mil documentos secretos da diplomacia norte-americana.


Confira as imagens do ato:


quarta-feira, 1 de dezembro de 2010

João da Silva: Jornalismo Canalha

Muito boa a charge do João da Silva do Coletivo Miséria do blog Cancrópolis.

Chega da favela chorar

O video a seguir nos foi recomendado pelo "O colecionador de bar" nos comentários do nosso arremesso anterior. É o clipe do funk "Chega da favela chorar" cantado por Mc Liano e produzido por Abel Luiz. Particularmente, adorei.

terça-feira, 30 de novembro de 2010

PM carioca invade casa e rouba trabalhador

Ronai Braga é morador da Vila Cruzeiro no Rio de Janeiro e foi uma das vítimas da bandidagem levada adiante pela PM carioca durante a invasão do Complexo de Alemão nos últimos dias. Ronai teve a trágica experiência de chegar em sua casa, vê-la arrombada, revirada e assaltada pela PM que levou R$ 31 mil de sua rescisão trabalhista. Veja e ajude a divulgar o video:

sábado, 27 de novembro de 2010

Bolsonaro defende agressão a filho "meio gayzinho"

O deputado federal Jair Bolsonaro do PP-RJ é sem dúvida uma das figuras mais detestáveis do Congresso Nacional. Abertamente fascista e com declarações das mais repugnantes possíveis o deputado disparou mais uma de suas "pérolas" durante o programa Participação Popular da TV Câmara. Vale assistir e obviamente divulgar com a devida repulsa e indignação.

quarta-feira, 17 de novembro de 2010

#homofobianao

E por falar em episódios absurdos, convidamos a todos os blogonautas que passam por aqui para ler a declaração de nossa secretaria nacional GLBT sobre os casos de violência homofóbica ocorridos neste final de semana e aproveitamos para dar nossa contribuição para que a hashtag "#homofobianao" continue nos TT do twitter.

O deplorável "rodeio de gordas"

Essa não é nova. Aconteceu em outubro deste ano e foi fato comentado em vários canais de comunicação. O blog como anda bem devagar nas atualizações não teve condições de postar seu repúdio no momento certo. Mas também não queríamos perder a oportunidade de deixar registrado mesmo que atrasado nossa indignação com o deplorável episódio do "rodeio de gordas" ocorrido na InterUNESP 2010.

A agora chamada "brincadeira de mau gosto" envolveu em torno de 50 garotos sem nada na cabeça que abordavam garotas tidas como "gordinhas" montando nas meninas como se fossem animais de rodeio durante os jogos universitários. A "competição" foi planejada com antecedência e teve até página no orkut para "promover o evento".

Nosso inteiro repúdio a esse episódio absurdo que é uma agressão não só às vítimas diretas, mas a todas as mulheres brasileiras, estejam elas enquadradas ou não no humilhante "padrão de estética" exigido pela sociedade. Afirmamos que é fundamental que não se deixe o caso ser esquecido até que todos os envolvidos sejam punidos.

terça-feira, 16 de novembro de 2010

Propostas de salários

Proposta de novo salário para os parlamentares

R$ 16.500,00

Proposta de novo salário para a presidenta

R$ 11.420,21

Proposta de novo salário para os trabalhadores

R$ 540,00
e olhe lá...

Leia aqui.

Latuff: Racismo ontem e hoje


Latuff publicou há pouco no twitpic uma ilustração feita especialmente para o boletim da CSP-Conlutas retratando a questão do racismo. Muito boa.

terça-feira, 9 de novembro de 2010

LIT-QI: recordar a Revolução de Outubro para preparar a próxima


A Liga Internacional dos Trabalhadores publicou em seu portal, artigo de Francisco Ricci do italiano PdAC por ocasião do aniversário da revolução de 25 de outubro de 1917 (7 de novembro). Não deixe de ler.

Há 22 anos, mataram William, mataram Valmir, mataram Carlos Augusto.


No dia 07 de novembro do ano de 1988, os operários da Companhia Siderúrgica Nacional iniciaram o maior movimento grevista de sua história até os dias de hoje. As reinvidicações: readmissão de trabalhadores demitidos; redução de 8 para 6 horas da jornada de trabalho de atividades ininterruptas e reajuste salarial. O governo do então presidente Sarney se negou a atender as reivindicações. Os operários ocuparam a CSN. Sarney, o primeiro presidente do regime "democrático de direito", ordenou que o Exército invadisse e retomasse o controle da fábrica.

Na noite de 9 de novembro, soldados do Exército, vindos de Valença e Petrópolis, e do Batalhão de Choque da Polícia Militar avançaram sobre uma manifestação pública pacífica em frente ao escritório central da companhia e invadiram a usina atirando nos operários.

Feriram uma centena de trabalhadores.

Mataram William de 22 anos. Mataram Valmir, de 27. Mataram Carlos Augusto, de 19.

Nossa homenagem aos "Fuzilados da CSN".

terça-feira, 2 de novembro de 2010

Laerte: Eu não queria engravidar

* Munição coletada de @fredbbtomaz

A crônica do João: Presidente ou presidenta?

Nosso camarada João Paulo da Silva postou ontem em seu blog sua mais nova crônica que trata da eleição da primeira presidenta do Brasil. Vale a leitura.
Presidente ou presidenta?


Eu poderia ter feito duas crônicas diferentes, uma para cada resultado da eleição. Mas me poupei do trabalho inútil e desgastante, já que é difícil escrever sobre diferenças entre iguais. Com Dilma ou Serra, os vencedores não seriam muitos. Nada mais do que um punhado de grandes empresários e alguns investidores de Nova Iorque. Aliás, estes têm sido os vencedores há muito tempo. A eleição de Dilma não impediu o retorno da direita ao poder. Por um motivo muito simples: a direita nunca saiu do poder. No Brasil, há oito anos a burguesia descobriu a melhor maneira de manter os trabalhadores quietos e continuar controlando o país. Trouxe o PT e sua principal liderança para o governo. Em troca, pediu que aquela história de esquerda, socialismo e luta de classes fosse deixada de lado. E foi.

Em oito anos, Lula foi um replay de Fernando Henrique. Só que mais “eficiente”. Fez os bancos e as empresas lucrarem mais do que na época dos tucanos, algo que o próprio presidente admite sem o menor constrangimento. Enquanto os lucros dos donos da festa cresciam quatro vezes mais com Lula do que com FHC, o salário mínimo crescia no mesmo ritmo daquele personagem dos Trapalhões, o Ananias. Ou, se preferirem, como gostam de fazer os trapaceiros na hora de repartir a riqueza: “quatro pra mim, meio pra você.”. Governar para todos onde as classes sociais têm interesses contrários só poderia dar nisso. Alguém tem que sair perdendo, ainda que pareça estar ganhando.

Os petistas dizem que a vitória de Dilma impediu a volta ao passado, que a vitória da ex-ministra fortalece o projeto da esquerda, que favorece a continuação das mudanças de Lula. Palavras e conceitos confundem, mas fatos e ações esclarecem. Governos de esquerda (ou dos trabalhadores, como quiserem) não enviam tropas militares para massacrar um povo de outro país, principalmente se este for o povo mais miserável das Américas. Governos de esquerda não pagam dívidas com banqueiros enquanto pessoas morrem em filas de hospitais públicos, sobretudo quando as dívidas já foram pagas uma dezena de vezes. Governos de trabalhadores não permitem demissões durante crises econômicas, não reduzem impostos para empresários e não doam R$ 370 bilhões para meia-dúzia de ricos em falência. Governos de trabalhadores não fazem reformas da previdência para dificultar a aposentadoria de quem passou a vida inteira trabalhando, muito menos vetam o fim de fatores previdenciários. Governos de esquerda não chamam latifundiários e usineiros de heróis, tampouco reprimem ocupações de terra e não fazem reforma agrária. Governos de esquerda não organizam mensalão nem mensalinho e não governam com corruptos, principalmente se eles forem Sarney, Collor e Renan Calheiros. Governos de trabalhadores não aceitam privatizações do patrimônio público, não fazem leilões de petróleo, nem dividem o pré-sal com empresas privadas. Governos de trabalhadores não permitem que um milhão de mulheres realizem abortos clandestinos e sem segurança todos os anos, correndo o risco de morrer ou ficar com seqüelas, ainda que isso incomode católicos e evangélicos. Governos de esquerda não chamam de distribuição de renda um programa que oferece apenas R$ 130,00 por mês para uma família inteira sobreviver. Governos de esquerda, depois de oito anos, não permitiriam a existência de mais de 50 milhões de pessoas vivendo abaixo da linha da pobreza, sobretudo num país que é a oitava maior economia do mundo.

Bom, de fato existe, sim, uma diferença entre Dilma e Serra. Ele seria presidente, ela será presidenta. E é só.

And the winner is...

Bom estamos um "pouquinho" atrasados na divulgação do autor do jingle vencedor da nossa última enquete, mas antes tarde do que nunca.

Por 37 a 34, o jingle "Pra mudar de vez" foi o preferido de nossos companheiros blogonautas. Agradecimentos aos companheiros que encaminharam seus trabalhos para nosso partido e parabéns ao companheiro Thiago Baptista pelo jingle vencedor.

quinta-feira, 21 de outubro de 2010

sexta-feira, 8 de outubro de 2010

Tirica não é engraçado

Quem se lembra dessa história? Aconteceu em 1996.

Por causa da letra da música "Veja os cabelos dela", o palhaço-cantor Tiririca foi processado por organizações do movimento negro. Os rumos que esse processo seguiu constituem um bom exemplo de como a Justiça brasileira costuma tratar casos de discriminação racial.

Ao receber a denúncia, a juíza Flávia Viveiros de Castro, do Rio de Janeiro, concordou com o argumento de que a letra era ofensiva à comunidade negra e feria a legislação em vigor. Por esse motivo, a juíza mandou recolher os CDs que continham a canção.

A gravadora de Tiririca era a poderosa multinacional Sony Music. Seus dirigentes trataram de mobilizar o apoio dos fãs de Tiririca e de alguns de seus artistas contratados. Ao mesmo tempo, muitos intelectuais se pronunciaram contra o que consideravam uma defesa da censura por parte do movimento negro.

A linha de ação da defesa foi apresentar Tiririca como um artista humilde que estaria sendo acusado por militantes raivosos. Mais do que isso: Tiririca era ele próprio um negro e a letra de sua canção seria na verdade uma bem-humorada homenagem à sua esposa. O juiz encarregado do processo resolveu aceitar as absurdas alegações da defesa.

Quem iria homenagear um ente querido chamando-o de "gambá" e "fedorento"? Tiririca acabou absolvido. Meses mais tarde a esposa se separou dele depois de sofrer uma surra impiedosa que deixou seu corpo cheio de hematomas.


Esta é a música que foi absolvida. Talvez antes devêssemos discutir o conceito de arte...

Veja os cabelos dela
Alô, gente, aqui quem fala é o Tiririca
Eu também estou na onda do axé music
Quero ver os meus colegas tudo dançando
Veja, veja, veja os cabelos dela
Parece bombril de ariar panela
Quando ela passa, me chama atenção
Mas seus cabelos não têm jeito não
A sua catinga quase me desmaiou
Olha, eu não aguento o seu fedor
Veja, veja os cabelos dela!
Parece bombril de ariar panela
Eu já mandei ela se lavar
Mas ela teimou e não quis me escutar
Essa nega fede! Fede de lascar
Bicha fedorenta, fede mais que um gambá
Veja, veja, veja os cabelos dela
Como é que é
A galera toda aí com as mãozinhas para cima
Veja, veja os cabelos dela!
Bonito, bonito
Aí, morena, você, garotona
Veja, veja, veja os cabelos dela

sábado, 2 de outubro de 2010

Crônica do João: O voto útil

Nosso camarada João Paulo da Silva preparou uma crônica de "boca de urna" sobre o voto útil e nós não podiamos deixar de usá-la como munição pra este domingo. Não deixe de ler e aproveitando a deixa, não deixe de visitar o blog As Crônicas do João.
O voto útil

Por João Paulo da Silva

Essa quem me contou foi um amigo. É sobre o peso de nossas decisões e as ironias da vida. Ou sobre a nossa consciência de classe.

Seu Zeca trabalhava há vários anos na companhia energética pública de seu Estado. Era esse trabalho que garantia o seu sustento e o de sua família. A estabilidade do serviço público lhe dava, inclusive, certa tranquilidade no ofício e a doce ilusão de ver afugentado o fantasma do desemprego. Seu Zeca sempre teve orgulho do seu trabalho porque através dele ajudava a iluminar as vidas de centenas de milhares de pessoas. Em sua inocência, até se arriscava a dizer que era feliz. Aí veio a eleição para governador do Estado. O ano era 1994.

Seu Zeca, assim como a maioria do povo, entendia que era preciso votar em quem tinha chances de ganhar. Não valia a pena escolher um candidato que mal aparecia nas pesquisas e que não conseguiria vencer a eleição. Era o mesmo que jogar o voto fora. Afinal, voto tinha que ser útil. Por isso, Seu Zeca não pensou duas vezes e optou pelo candidato que estava liderando as preferências, um legítimo cacique da política no Estado e um representante dos interesses de grandes empresários. Seu Zeca era um trabalhador, mas escolheu votar no patrão.

Entretanto, o funcionário da companhia energética poderia ter tomado outra decisão. Na rua em que ele morava, em um bairro popular da cidade, havia um trabalhador que também era candidato ao governo e que sempre falava coisas sobre a esquerda, o socialismo e a importância da classe trabalhadora governar. Mas este trabalhador/candidato não tinha dinheiro para gastar nas eleições e nem o mesmo tempo de TV dos outros. Por isso, aparecia sempre em último nas pesquisas.

- Pois é, Seu Zeca. Eleição não muda nada. Mas a gente também não pode votar nos candidatos daqueles que nos exploram, não é verdade? Trabalhador tem que votar em trabalhador pra fortalecer a nossa luta em defesa da nossa classe. Pra gente um dia poder governar e deixar de ser explorado. – dizia o candidato da esquerda.

- Mas eu não vou estragar o meu voto votando em quem não tem condições de se eleger, rapaz. Se tem dois candidatos na frente das pesquisas, eu tenho que escolher é um dos dois pra não perder meu voto! – afirmava o funcionário da companhia energética.

O trabalhador/candidato ainda tentou argumentar, mas Seu Zeca estava decidido. Iria mesmo votar naquele que estava liderando a campanha e que tinha condições de ganhar. E foi o que aconteceu. O candidato que representava os grandes empresários e que foi escolhido por Seu Zeca venceu as eleições para o governo do Estado.

- Tá vendo aí?! Meu candidato foi eleito, rapaz! E eu não perdi meu voto!

Depois de eleito, uma das primeiras medidas do novo governador foi privatizar a companhia energética pública, onde Seu Zeca trabalhava. Com a venda da estatal para um grupo de empresários, muitos trabalhadores foram demitidos para que os gastos da empresa reduzissem e os lucros aumentassem. Entre os dispensados, estava o Seu Zeca, que acabou, desgraçadamente, perdendo muito mais do que o voto.

sexta-feira, 1 de outubro de 2010

Quanto custa o voto de um ministro do STF?

A Revista Época divulgou ontem, 30 de setembro, um vídeo que mostra Adriano Borges, genro de Ayres Britto negociando diretamente com Roriz para barrar a participação do ministro do STF no julgamento do Ficha Limpa. Ayres Britto votou contra Roriz.

Leia a reportagem completa e entenda como funciona o "mercado de votos"



O resultado desse julgamento foi que um bando de corruptos estão concorrendo livremente a cargos pelo país, correndo o risco de se eleger para continuar ando o trabalhador. Enquanto isso, várias candidaturas do PSTU foram impugnadas por questões burocráticas.

Ajude a eleger um deputado socialista. No dia 3, voto útil é 16! Contra este sistema de negociatas e falcatruas.

Imprima sua cola

José Serra: "Vote num careca e ganhe dois"

O PSDB se apropriou do último minuto do PSTU na TV. Mas Serra não respondeu, e a pergunta continua. Serra apoiou ou não Arruda? Já que ele não respondeu, a gente vai dar uma ajudinha ao candidato. Eis a resposta:

segunda-feira, 27 de setembro de 2010

Dê um voto socialista no seu estado também

No site do Zé Maria, você encontra informações de cada um dos estados onde o partido apresenta candidatos. Nas páginas, você tem o link para blogs, sites e redes sociais de cada um. Você terá acesso a dados, fotos e aos programas de TV.

É só entrar, escolher seu estado e anotar o número do seu candidato!

Este post foi sugestão do companheiro Professor Manoel, candidato a deputado federal no Rio Grande do Sul (com o número 1616), damos destaque aqui às páginas das candidaturas estaduais do PSTU. Obrigada pela dica, companheiro!

sábado, 25 de setembro de 2010

Baixe os jingles do Zé Maria Presidente

Disponibilizamos no portal 4shared um arquivo zipado com os 4 jingles do Zé Maria que estão concorrendo ao melhor Jingle do Zé escolhido pelos nossos camaradas blogonautas. Então baixe agora os jingles e vote em nossa enquete.

Clique aqui para baixar.

sexta-feira, 24 de setembro de 2010

Enquete no blog: Ouça os jingles do Zé e escolha o que mais gostou

Durante a campanha eleitoral, companheiros, nos estados, compuseram jingles para o Zé Maria. Mesmo que já estejamos na reta final da campanha, vale a pena divulgar: ficaram bem legais.
Colocamos aí embaixo os links para você ouvir e votar.

Resolvemos não divulgar os autores agora, pra não influenciar na votação. Divulgaremos depois, junto com o resultado. Você pode votar até o dia 30/09.

segunda-feira, 13 de setembro de 2010

Aperte o play e aumenta o som. É #zemarianodebate.

O companheiro Carlinhos de Campinas postou hoje em sua conta no twitter (@1nove8quatro) o link pro video #zemarianodebate que sem dúvida merece ser divulgado e muito pelos blogonautas e blogueiros que passam por aqui porque entre outras coisas ficou sensacional.

E seguindo a chamada do Carlinhos convocamos a todos a entrar na campanha para furar o bloqueio da mídia. Faça o seu video e mande pra gente, que fazemos questão de divulgar.

Para gostar de ler: As crônicas do João

As crônicas do nosso companheiro João Paulo da Silva são recomendação permanente do Blog Molotov. Infelizmente não tivemos condições de bancar as crônicas faladas escritas pelo João para o portal do PSTU. Mas felizmente nosso "voyeur do cotidiano" sempre nos brinda com seus posts no blog "As crônicas do João".

Particularmente gostei muito da última do João. Segue trecho:
Como assim?! Transformaram o Brasil num país escandinavo e ninguém me disse nada?! Quer dizer que o Haiti não é mais aqui? Agora é a Noruega que é aqui?! Onde estão as favelas e os 52 milhões de brasileiros que vivem abaixo da linha da pobreza? E as 40 mil crianças que morrem de fome todos os anos? E os mais de 8 milhões de desempregados? Para onde foi todo mundo?
Quer ler mais? Clique aqui.

domingo, 12 de setembro de 2010

Zé Maria no Jornal Nacional

O Jornal Nacional mostrou na noite deste sábado, dia 11, como foi o dia da campanha do candidato do PSTU. Ele fez campanha em Aracaju (SE), junto com os petroleiros. Na rápida entrevista, ele defende o controle sobre o petróleo.
A reportagem da Globo não rompe com o padrão da cobertura das principais emissoras e jornais, que têm excluído a candidatura do PSTU, dedicando quase todo o espaço às candidaturas de Dilma, Serra e Marina.
Veja abaixo o vídeo.

sábado, 4 de setembro de 2010

Mais um ponto para o PSTU no placar de Latuff


Foi ao ar mais um programa de Zé Maria de Almeida promovendo o plebiscito da terra, cedendo o pequeno espaço do partido para divulgar o video do plebiscito que ocorre em todo o país até a próxima terça-feira, dia 7 de setembro. Quem assistiu e gostou fou o chargista Carlos Latuff que registrou mais um ponto para o PSTU em sua conta no twitter (@CarlosLatuff ).

Não assistiu ao video? Assista aqui:

Marcelo Tas chama a atenção para programa do PSTU caçado no Maranhão pelo PT e os Sarney


Não são só os programas do Zé Maria que incomodam não. No Maranhão a declaração na TV de nossa companheira Claudicéa, candidata ao senado, provocou a ira do clã do Sarney que pediu imediatamente que fossemos censurados. Quem registrou dessa vez o apoio a coragem da militância do PSTU em falar a verdade foi o apresentador Marcelo Tas (@marcelotas) ao retuitar @ivaldojunior. Vale dizer que o tweet de Tas falando do programa de Claudicéa já foi retuitado mais de 100 vezes.

Não assistiu ao "proibidão" do Maranhão? Pois veja aqui:


Latuff registra ponto para o PSTU


Nossos 50 segundos na televisão tem dado muito o que falar por todo o país. Uma das formas de acompanhar a repercussão dos nossos programas tem sido o twitter com depoimentos e informações sendo postados no instante do fato. E nesta semana, nosso programa sobre a ocupação brasileira no Haiti fez por um lado chover comentários despolitizados e por outro fez surgir depoimentos de apoio à coragem do PSTU em "usar o horário gratuito para falar o que ninguém tem coragem de falar na TV" como a do chargista brasileiro Carlos Latuff.

É o PSTU na TV mostrando o que a burguesia tenta esconder.

Portal do PSTU de cara nova

Nosso portal avançou muito desde o ano de seu lançamento. Quem acompanhou nossa batalha pela ocupação na web deve lembrar do nosso primeiro portal no finado serviço de hospedagem gratuita no geocities. Sem dúvida avançamos muito.

Nos últimos anos nossa ação na internet vem se revolucionando sempre e sempre, incorporamos o Blog Molotov, avançamos para o YouTube, fizemos transmissões online, chat's, revistas online e recentemente ocupamos o twitter, acompanhado pelo movimento de militantes e regionais, com seus blogs e contas no twitter. E como não podia deixar de ser nosso portal acabou de dar um passo a mais e ganhou roupa nova com uma versão mais "clean" com se fala no mundo web 2.0.

Particularmente gostei muito. E você o que achou?

terça-feira, 24 de agosto de 2010

sexta-feira, 20 de agosto de 2010

Portal do PSTU homenageia Leon Trotsky


Nosso portal colocou no ar hoje uma página especial em homenagem ao camarada Leon Trotsky por ocasião do aniversário de morte de um dos mariores dirigentes da revolução russa e fundador da IV Internacional.

Não deixe de visitar. Clique aqui.

quinta-feira, 12 de agosto de 2010

Zé Maria no JN da Globo

Entre na campanha para garantir a participação de Zé Maria nos debates e a cobertura pela grande mídia. Encaminhe a carta do Zé Maria às emissoras de TV clicando aqui.

Enquete "Zé Maria no debate" encerrada

Agradecimentos aos 168 blogonautas pela participação e em especial para os 150 companheiros que disseram Sim à participação do Zé nos debates. A enquete está encerrada mas a campanha continua no twitter, orkut, facebook e outras redes sociais. Aproveitamos para pedir a você que encaminhe a carta do Zé Maria às emissoras de TV clicando aqui.

Lute: Fico horrorizada com o que ocorre com as mulheres em certos países

quarta-feira, 11 de agosto de 2010

segunda-feira, 9 de agosto de 2010

Lula e Cabral para estômagos fortes



Tirem as crianças da sala. Essa é para quem realmente tem estômago forte. Circula na Internet o vídeo de Lula e Cabral inaugurando um centro esportivo no Rio. Em determinado momento, ao ser questionado por um menino sobre a ausência de uma quadra de tênis, Lula argumenta que "tênis é esporte da burguesia". E depois passa um sermão aos políticos "se a imprensa vem aqui e acha essa porra fechada, o prejuízo eleitoral vai ser grande".

E ainda tem mais. O garoto, que aparentemente foi quem filmou a própria discussão, reclama com Sérgio Cabral que "acorda com o caveirão na porta todo o dia" e ainda tem de ouvir do governador: "vai estudar, seu sacana".

Revoltante é pouco pra descrever tanta imbecilidade que sai da boca desses trogloditas.

Charges.com: Prontos para o debate

Espetacular a charge “Prontos para o debate” publicada no charges.com, no último dia 05/07, data do primeiro debate entre os presidenciáveis realizado pela Band em que só participaram 4 dos 9 candidatos.

Ana Luiza Figueiredo defende fim do senado

FimDoSenado

Nossa companheira Ana Luiza Figueredo concedeu hoje uma entrevista à Rádio CBN São Paulo e defendeu o fim do senado e a revisão do número de deputados na Câmara. A notícia está no blog do Mílton Jung no portal CBN, aonde também é possível ouvir a entrevista.

terça-feira, 3 de agosto de 2010

Enquete no blog: Você defende que Zé Maria participe dos debates?

A todos os blogonautas de plantão,

Estamos com uma campanha pra que possamos ver #zemarianodebate da Band e da MTV e queremos saber sua opinião. Zé Maria deveria ou não participar dos debates de televisão?

Responda em nossa enquete ao lado.

segunda-feira, 2 de agosto de 2010

Eu quero ver #zemarianodebate !


Twitter, Orkut, blogs, e-mail. Se você é a favor da democracia na campanha eleitoral e acha que todos têm o direito de conhecer todos os candidatos, participe. No twitter, escreva #zemarianodebate. Comente nas notícias sobre a campanha eleitoral, envie mensagens aos portais e emissoras cobrando o convite ao Zé Maria! Vamos utilizar a rede para furar o bloqueio da mídia e divulgar as propostas de uma campanha socialista!

domingo, 1 de agosto de 2010

UNINADA

A Cia Barbixas de Humor lançou mais uma peça publicitária brilhante a pedido da Faculdade Cantareira. Nesta, os humoristas comparam as campanhas das faculdades privadas que pipocam por todo o país com as dos grandes lojões de varejo. Imperdível.

Agradecimentos ao companheiro cacos e coisas pela indicação de munição para esse arremesso.


sexta-feira, 23 de julho de 2010

Twitaço #euvotozemaria

O companheiro Thiago Batista deixou a convocatória nos comentários e a gente imediatamente incorpora:
Ah, e aproveitando o espaço mais uma vez...

TWITAÇO CLASSISTA E SOCIALISTA!

No Twitter, dê RT com a tag #euvotozemaria e diga porquê!

O meu tweet ficou assim:

"Twitaço classista e socialista! Dê RT! #euvotozemaria do #pstu! Voto em Zé Maria pelo socialismo! Fora #Serra e #Dilma!"

Vamos romper com o bloqueio da mídia e da justiça eleitoral burguesas!

Collor de Mello canta "Lula Lá "

O video foi postado em 2009 na conta de YouTube AssessoriaPlena e talvez muitos já tenham assistido. De toda forma fica a recomendação para os nossos blogonautas. A produção e da UOL que entrevistou várias personagens das eleições de 1989, todas de partidos burgueses, mas várias personagens como Sarney, Maluf, Ronaldo Caiado, Gabeira, Afif e é claro Collor de Melo. Por mais que seja absolutamente parcial não deixa de ser interessante ver Collor cantando o jingle de Lula e Sarney dizendo que Collor soube "usar" a imprensa a seu favor.

Veja entrevista de Zé Maria à Folha Dirigida

A Folha Dirigida publicou hoje em sua conta no YouTube um video de 10 minutos com trechos da entrevista do Zé Maria de Almeida, nosso candidato à presidência da República.

terça-feira, 20 de julho de 2010

Perdeu a sabatina do Zé Maria no R7 e na Record News?

Seus problemas acabaram: O R7 publicou o video em seu portal e a gente aproveita e divulga aqui.

domingo, 11 de julho de 2010

Adios "Blogosfera ocupada"

Quando começamos nosso blog não tínhamos tantos parceiros na blogosfera para seguir e indicar. De lá pra cá, muita coisa mudou. Não só a blogosfera vem sendo ocupada inclusive por muitos camaradas do partido, como até a própria Google, aonde hospedamos o blog desde as primeiras horas, criou novas ferramentas para acompanhar blogs.

Pois bem. A blogosfera mudou. Nosso blog também precisa mudar.

Então, pra fazer justiça aos inúmeros camaradas blogueiros que inclusive nos seguem, resolvemos desligar a sessão "Blogosfera ocupada". Seguimos indicando os blogs que estavam em nossa lista e inclusive os estamos seguindo via "Google Friend Connect". São eles:

Seguiremos indicando blogs. Mas dessa vez nos arremessos como aliás já vinhamos fazendo.

É isso.

segunda-feira, 5 de julho de 2010

RSA Animate - Crises of Capitalism

Espetacular o video produzido pela “Royal Society for the encouragement of Arts, Manufactures and Commerce” (RSA) explicando a crise do capitalismo. A técnica toda baseada em desenho feito a mão no momento da gravação acompanhada por um narrador dá ao video uma perspectiva simplesmente imperdível. Não deixe de assistir.

Túnel do Tempo: Zé Maria no Jô Soares

O ano foi 2002. Zé Maria era pré-candidato a presidente da república pelo PSTU. O programa do Jô Soares havia entrevistado a maioria dos pré-candidatos mas havia deixado de fora nosso companheiro Zé Maria. Uma campanha a partir do portal do PSTU disparava e-mail's para a conta do programa do entrevistador para tentar garantir o convite ao Zé. E deu certo. Mas essa foi a parte mais fácil. A parte mais difícil foi enfrentada pelo próprio Zé Maria: ser entrevistado por um Jô Soares determinado a descaracterizar e ridicularizar nossa campanha, nosso candidato, nosso partido e nossas convicções.

O usuário do YouTube Vinypsoa fez o favor de subir a entrevista para sua conta e a gente faz questão de divulgar.

sexta-feira, 2 de julho de 2010

Video do PSTU Ceará relaciona a participação nas lutas com a participação nas eleições

O PSTU Ceará abriu uma conta no YouTube e divulgou o video que apresentou em sua convenção estadual realizada no último dia 30. O video mostra a participação da militância na recente greve dos rodoviários, fala sobre as campanhas eleitorais e sobre o mandato do PSTU no Cariri entre 2001 e 2004.

O PSTU e as eleições

sábado, 26 de junho de 2010

BP derrama café

O grupo UCB Comedy produziu um video parodiando o acidente promovido pela British Petroleum no Golfo do México. O video mostra uma reunião de executivos da empresa aonde um acidente com um copo de café se transforma em um verdadeiro desastre. Vale a pena conferir.

Oitocentos ativistas impedem descarga de barco israelense nos EUA

image

Isso mesmo. O fato do bloqueio a um navio israelense em qualquer porto do mundo já é motivo de celebração. Mas o fato de isso ter sido feito em solo estadunidense merece ser espalhado aos quatro ventos. A ação ocorreu no último domingo, dia 20/06 e está repercutida em muitos sites e blog’s. Uma iniciativa da ANSWER apoiada pelo sindicato dos portuários, o ILWU.

O video abaixo traz imagens do ato:

Para saber mais sobre a campanha mundial de boicote a Israel leia a declaração da LIT.

Logo mais na Faculdade de Direito da USP…

…estará iniciando o seminário nacional “Um programa socialista para o Brasil” promovido pelo PSTU. O seminário terá 18 mesas temáticas que serão a base para o programa defendido pelos militantes do partido em todo o país durante o processo eleitoral deste ano. Os textos para debate podem ser baixados no portal Zé Maria Presidente.

Segue a programação:

programacao_seminarioFINAL2

terça-feira, 22 de junho de 2010

Conlutas Ceará divulga videos da greve dos rodoviários em Fortaleza

A Conlutas Ceará tem estado ao lado da luta dos rodoviários em todos os momentos e também tem registrado em video muitos dos acontecimentos do movimento paredista. É possível assistir alguns desses videos no canal da entidade no YouTube.

Abaixo divulgamos dois videos com imagens da assembléia que votou a paralisação total do sistema passando por cima da frota mínima de greve exigida pela justiça.

Fala de Zé Batista da Conlutas

Votação da assembléia que deliberou pela paralisação total

Greve de rodoviários em Fortaleza radicaliza no décimo-quinto dia

greve Os trabalhadores rodoviários de Fortaleza estão em greve desde o dia 08 de junho pela reposição das perdas salariais e por condições de trabalho mais dignas.

Desde o primeiro dia a justiça impôs aos trabalhadores uma frota de greve de 50% por cento dos carros rodando em horário normal e 70% em horário de pico. O sindicato tentou durante 14 dias manter a greve dentro dos limites da legalidade e fez muito barulho e parou muita gente durante esse período.

Ontem, dia 21/06, após 3 multas somando R$ 90.000,00 por suposto não cumprimento da resolução de frota de 70% nos horários, os trabalhadores resolveram iniciar a paralisação geral da categoria. Hoje no primeiro dia da greve geral a adesão chegou a mais de 90% da categoria. Literalmente a cidade parou. No início da noite a justiça multou em mais R$ 120.000,00 o sindicato e determinou o retorno imediato ao trabalho. Apesar da decisão, até o momento pelo que sabemos a greve continua.

É muito importante que sindicatos e entidades do movimento popular encaminhem o quanto antes notas de apoio e solidariedade à greve dos rodoviários de Fortaleza através do e-mail do assessor político so sindicato Valdir Alves - alvespereira16@yahoo.com.br.

  • Todo apoio à greve dos trabalhadores rodoviários de Fortaleza!

quinta-feira, 17 de junho de 2010

Blogosfera Ocupada: PSTU nas Eleições do Paraná

blogparana

Nossos companheiros paranaeses estão ocupando a web com um blog para acompanhar as eleições no estado. Não deixe de acompanhar clicando aqui.

quarta-feira, 9 de junho de 2010

Conlutas Ceará divulga videos de ato de protesto da greve de rodoviários em Fortaleza

Os trabalhadores rodoviários de Fortaleza estão protagonizando sua primeira greve após a vitória eleitoral da chapa da Conlutas nas eleições sindicais de 25 de fevereiro deste ano. Por ser um serviço essencial a justiça decretou que a frota deveria ser de 70% em horário de pico e 50% nos demais horários. Como a patronal forçou a barra e em muitas garagens 100% dos carros foram postos pra circular, o sindicato dos rodoviários com o apoio da CONLUTAS e do PSTU realizou ontem um ato em um terminal rodoviário que foi filmado e gerou 3 videos no YouTube que publicamos aqui.

segunda-feira, 7 de junho de 2010

Leia entrevista de Zé Maria ao “A Tribuna”

atribuna_santos_p4_07jun10 O jornal A Tribuna publicou em sua edição de hoje uma entrevista com Zé Maria, nosso pré-candidato à presidência da república. O conteúdo completo da entrevista está no blog de política do jornal, o “Nos corredores do poder”. Aproveitamos para publicá-lo aqui com uma pequena correção: Segundo o jornal, ao ser perguntado pelo programa, Zé Maria teria respondido que o “pagamento das dívidas” faria parte do mesmo quando o correto é exatamente o “não pagamento”. Obviamente um erro de grafia do jornal, mas de toda forma segue a entrevista com a correção.

Zé Maria, presidenciável do PSTU

José Maria de Almeida é metalúrgico, tem 52 anos, pai de Gabriel, de 12, e é candidato a presidente da República. Talvez você lembre dele da propaganda eleitoral na TV. Ele se apresenta como Zé Maria e disputou esse cargo outras duas vezes, em 1998 e em 2002, quando entoou o bordão do partido: “Contra burguês, vote 16”.

16 é o número do Partido Socialista dos Trabalhadores Unificado (PSTU). A legenda nasceu em 1994 e tem, entre os fundadores, vários ex-petistas, descontentes com os rumos do partido da estrela vermelha. Zé Maria conhece bem o presidente Lula. Ficou preso com ele, na década de 70.

O presidenciável esteve em Santos no fim de semana participando do Congresso da Classe Trabalhadora (Conclat).

Por que não ocorreu a coligação do PSTU com outros partidos de esquerda?
Nós queríamos fazer. Propusemos desde agosto do ano passado, mas não conseguimos um acordo sobre o programa e sobre o critério de financiamento de campanha. Quando o PSOL procurou a Marina Silva (PV) para fazer coligação no ano passado, sinalizou para nós uma discordância de programa muito grande. Porque, para nós, a candidatura implica na defesa de um programa socialista para o País. E a Marina defende a continuidade do modelo econômico que está aí, como ela diz reiteradas vezes.

Mas no passado o PSTU apoiou o PSOL...
Fizemos a coligação com o PSOL porque construímos um acordo programático que era aceitável para os dois partidos. Então, na medida em que a Marina não aceitou fazer a aliança com o PSOL, retomamos o debate sobre o programa, mas a decisão do PSOL, que lançou agora a pré-candidatura do Plínio de Arruda Sampaio, é diferenciada do programa que o PSTU defende.

E qual é esse programa?
Nós achamos que um programa socialista pressupõe não pagar a dívida interna e externa, estatizar os bancos e o sistema financeiro, estatizar as grandes empresas, romper com o Fundo Monetário Internacional (FMI), estatizar o latifúndio, o agronegócio, as empresas que exploram os recursos naturais do País como a Vale do Rio Doce e reestatizar a Petrobras, porque ela vem sendo privatizada. São medidas que, na nossa opinião, são essenciais para que os recursos que o Brasil tem e a riqueza produzida pelo trabalho possam ser utilizados para atender a necessidade do povo. Sem isso, não muda o Brasil. E o pessoal acha que essas medidas são radicais demais. Vão no contrassenso do senso comum das pessoas. E há razão nisso. Vão mesmo. Só que eles valorizam muito essa relação com o senso comum para eleger o deputado. Nós também queremos eleger deputados, mas sem deixar de dizer a verdade para as pessoas. Hoje não temos deputados porque priorizamos esse tipo de campanha, para dizer o que o Brasil precisa fazer para mudar e o que o povo tem que fazer para que essa mudança ocorra.

O fato de o PSTU não receber dinheiro de empresas para a campanha ajudou a afastar aliados?
Esse é outro tema fundamental da nossa campanha. Não aceitamos dinheiro de empresas. Fazemos a campanha com a contribuição da própria militância, de trabalhadores e de jovens que concordam com o PSTU. Obviamente fazendo uma campanha muito mais modesta do que a deles. Nossa campanha não vai custar R$ 250 milhões, que os comandos do PT e do PSDB estão dizendo que vão custar suas campanhas. Vai custar, provavelmente, R$ 250 mil. É o que vamos conseguir arrecadar. Nós dependemos da ajuda dos trabalhadores, que não têm dinheiro para ficar gastando em campanha eleitoral.

Como o senhor analisa os gastos das outras campanhas?
O José Serra também não tem R$ 250 milhões para gastar. Nem a Dilma Rousseff. Como eles recolhem esse dinheiro? Eles recolhem com os bancos, com as empreiteiras, com as grandes empresas. E depois, quando ganham, governam para quem? Para os bancos, para as empreiteiras. Por isso que nós não aceitamos esse tipo de doação.

O governo, então, começa na campanha?
Sim. Os empresários fazem um investimento. Eles pagam a campanha do candidato e, depois, a autoridade eleita governa para eles, e não para o povo.

O senhor citou algumas ideias que muitos leram nos livros, quando estudaram. o que, de novo, o socialismo apresenta?
O problema é que essas mudanças são a base de uma sociedade igualitária que o País precisa. Infelizmente nunca tivemos isso no nosso País. Nosso País é a oitava economia do mundo, deve ser a quinta economia do planeta. É muito rico. Tem plenas condições de prover tudo que o povo precisa para ter uma vida digna, mas nós vivemos nessa condição de desigualdade. A primeira condição para mudar é exatamente isto: abolir a propriedade privada, colocar os recursos e a riqueza do País a serviço das necessidades do povo. A segunda fundamental tem a ver com a forma de governar.

E como deve ser?
Não pode ser como se governa agora, com deputados, governadores e presidente sendo eleitos financiados pelos bancos. Nós temos que construir instituições para o povo governar o Brasil. E é o povo governando o Brasil que vai criar as condições para mudar o País. Queremos levar para o processo eleitoral essa ideia. A classe trabalhadora brasileira acalentou, no final da década de 70, com a construção do PT, com a projeção do Lula, o sonho que ela poderia governar o Brasil. E governando o Brasil, mudar a prioridade, fazer com que no País a prioridade fosse o povo, e não o banqueiro. O Lula, para chegar ao Governo, abandonou essa ideia e fez um acordo com os bancos, com as grandes empresas e está fazendo um governo que mantém as mesmas prioridades de antes. Nós queremos resgatar aquele sonho da classe trabalhadora governando o País não com o banqueiro, mas contra ele.

O PSTU não reconhece avanços nos programas sociais do Governo Lula?
Não. Vou te dar dois exemplos, que o Governo mesmo costuma apontar como pontos fortes: o salário mínimo aumentou 57% em sete anos e meio, o Lula apresenta isso como grande vantagem. Nós não achamos que seja. Por que? Porque o lucro das grandes empresas, nesse mesmo período, aumentou 400%. Os bancos aumentaram a rentabilidade em 850%. Pergunto para você: por que o salário mínimo não aumentou 850%, ao invés de 57%? Porque a prioridade, na alocação da riqueza que o Brasil produziu nesses anos, foi para o banco. Esse é o resultado da política que o Lula aplicou. Veja o Bolsa Família: o Governo se orgulha, se apresenta no mundo todo como campeão do combate à pobreza. O Bolsa Família atende 12 milhões de pessoas e gasta R$ 12 bilhões, R$ 13 bilhões por ano. São 44 milhões de brasileiros que dependem disso. O Bolsa Família é uma ajuda, que varia de R$ 90,00 a R$ 130,00, para que uma família viva. O Lula gasta mais de R$ 130,00 por dia, com ele só. Como ele quer que uma família viva com R$ 130,00 por mês? O Brasil é um País rico, poderia e deveria assegurar a essas famílias emprego, salário digno, moradia digna, acesso à saúde, à educação pública. É isso que essas famílias merecem e não R$ 130,00 por mês. E o Brasil pode atender a essas necessidades se deixar de priorizar as empresas. O Governo está ajudando as fábricas de carro do País a vender desde o final de 2008. São algumas das fábricas mais ricas do mundo, que recebem recursos públicos.

O senhor falou da necessidade de reestatizar a Petrobras, mas hoje os indicadores internacionais a apontam como uma das principais empresas do mundo. com maior controle governamental, ela não pode perder competitividade?
Não. Ela vai ser maior do que é. A riqueza de petróleo que nosso País tem é enorme. Agora com o pré-sal, mais ainda. Qual o problema? Os donos da Petrobras hoje são os fundos de investimento dos Estados Unidos. Mais de 40% das ações são negociadas lá e eles controlam a administração da empresa. É uma empresa riquíssima, que funciona em função de que? Para alocar essa riqueza para atender as necessidades do povo? Não. É para mandar lucro para Nova Iorque, para os fundos de investimentos, que são os donos das ações da empresa. A discussão hoje no Congresso Nacional é sobre os royalties. O que vamos fazer com os royalties? Vão para o Rio de Janeiro? Vão ser distribuídos para todo o País? São 5% da renda do petróleo que eles estão discutindo. E os outros 95%? Vão continuar sendo apropriados pelos acionistas da Petrobras? Ou são do povo brasileiro? Nós achamos que têm de ser do povo brasileiro 100% da renda do petróleo. Para isso, a empresa precisa ser estatal. Para isso, ela não pode ser administrada em consonância com os interesses dos fundos de investimentos americano. Tem de ser administrada em função dos interesses brasileiros.

Esse discurso vale para outras empresas?
Vamos ter de reestatizar a Vale do Rio Doce. Os minérios que a Vale explora em nosso País são de importância estratégica ilimitada. A empresa lucra mais de R$ 20 bilhões por ano. Vai para onde esse dinheiro? Para os mesmos fundos de investimentos que são donos da Petrobras, que são os donos das ações da Embraer. A riqueza produzida aqui é remetida lá para fora.

Uma das propostas do PSTU é para que a população escolha os representantes do judiciário e da polícia. O senhor acha que o Brasil está maduro para essas medidas?
Eu acho que o Brasil não pode suportar mais a bandalheira que são os sistemas policial e judiciário do País. O crescimento e a predominância do narcotráfico e do crime organizado na vida social das periferias das grandes cidades seria impossível sem a conivência da polícia ou do Judiciário. Impossível. Todos os dias surgem escândalos. É justamente essa estrutura antidemocrática que permite essa situação. A população toda é vítima de uma violência infernal, e a nossa juventude, que mora na periferia, ora é vítima da violência do narcotráfico, ora é vítima da violência da própria polícia, que entra na favela atirando e matando as pessoas só porque são negras e pobres. Isso é inaceitável. Isso só existe porque ninguém controla a polícia. Ou, quando controla, é o próprio narcotráfico que controla. Tem que mudar. A mesma coisa o Judiciário. Como o juiz se dá o direito de decidir as coisas que decide, sempre a favor do rico, sem que ninguém possa contestar? Por que? Nós achamos que tem que mudar. A Justiça é um dos serviços mais importantes que a população tem de ter acesso.

O senhor conheceu bem o Lula, na década de 70. Qual a principal mudança do Lula da década de 70 e hoje, como presidente da República?
Estivemos presos juntos. Ideologicamente, com franqueza, o Lula sempre isso que ele é hoje. Na cabeça dele, desde aquela época, ele queria ser presidente da República. Ele nunca teve compromisso com mudança, de fundo, da estrutura econômica e social do País. Quando a gente perguntava para ele, naquela época: você é marxista? Você é socialista? Ele brincava: eu sou torneiro mecânico. Que é uma forma de desqualificar a experiência histórica da classe trabalhadora e o debate político. Ficava fazendo brincadeira para não assumir nenhum compromisso de conteúdo. Ele, naquele momento, lutava ao lado dos trabalhadores porque estava vinculado ao processo de lutas. Isso mudou. Ele se afastou do processo e, para poder realizar o sonho de ser presidente da República, ele fez aliança com o grande empresariado e com os banqueiros. E está fazendo um governo para os grandes empresários e banqueiros, virando as costas para aquilo que era o sonho dos trabalhadores que o elegeram, que era mudar o País, inverter a prioridade nesse País. Isso o Lula ignora solenemente hoje.

Latuff: Israel se recusa a suspender bloqueio a Gaza

iseael-refuses-to-lift-blockade

domingo, 6 de junho de 2010

Na web: Portal Zé Maria Presidente

zemariapresidente

Desde ontem está online o portal da pré-candidatura de Zé Maria à presidência. O portal concentrará videos e fotos da campanha, o debate programático, além de notícias diversas sobre a campanha.

Na página inicial é possível conferir um video postado na conta do YouTube do portal do PSTU defendendo uma segunda independência para o país, todo feito com animação em massinha.

Então fica o convite a toda companheirada que nos acompanha: Vamos divulgar o portal do Zé.

Gilmar: Rumo ao Hexa

copahexaxPQ