sexta-feira, 25 de fevereiro de 2011

Tiririca na Comissão de Educação e Cultura

O deputado-palhaço Tiririca (PR) vai integrar a Comissão de Educação e Cultura da Câmara dos Deputados. A indicação foi justificada pelo líder do seu partido, Lincoln Portela, por ele ser “um homem gabaritado, uma pessoa alegre e um bom interlocutor junto à sociedade”. Segundo ele, o próprio Tiririca pediu para entrar na comissão.

Tudo a ver. Afinal, na sua credencial da Câmara, no campo “Atividades profissionais e cargos públicos”, consta que ele já foi ator, humorista e cantor. Sem falar na sua coautoria na obra As piadas fantárdigas do Tiririca, da editora Matrix (2006).

Na campanha, ele disse que queria “ser deputado federal para ajudar os mais necessitados, inclusive a minha família”. “O que é que faz um deputado federal?”, perguntava. E ele mesmo respondeu: “na realidade, eu não sei, mas vote em mim que eu te conto”. No início de fevereiro, ele ainda estava “meio perdidão”, como declarou numa entrevista. Tiririca foi o deputado mais votado, com 1,3 milhões de votos e o slogan “Tiririca, pior do que está não fica”.

Quem deve estar morrendo de rir são os empresários da cultura e os tubarões do ensino, que vão continuar lucrando como sempre, fantasticamente.

Leia no Portal:
Pior que está...
Eleição de notórios picaretas, além de figuras folclóricas, desmoraliza ainda mais a democracia dos ricos


quinta-feira, 24 de fevereiro de 2011

Prefeito de Manaus diz para trabalhadora morrer

O prefeito de Manaus (AM), Amazonino Mendes (PTB), materializou, na última segunda-feira, descaso dos governantes com a população que é obrigada a viver em áreas de risco. Laudenice Cantalina de Paiva, de 37 anos, está desempregada e havia um pouco do pouco que tinha num desabamento um dia antes do encontro com o prefeito. Três pessoas morreram no desastre.

Mendes queria que os moradores se retirassem da área. Laudenice, respondeu o óbvio: “Nós estamos morando aqui, prefeito, porque nós não temos condições de ter uma moradia digna.” E a resposta de Mendes...

“Então morra! Morra!”

Depois disso, ele ainda discriminou a trabalhadora por ter vindo do Pará.

Ao jornal Folha de S. Paulo, Laudenice falou que “depois, o pessoal da prefeitura saiu me empurrando. Hoje me sinto muito humilhada [chora]. Passo na rua e o pessoal manga de mim”.

segunda-feira, 21 de fevereiro de 2011

Kadafi e suas muitas amizades

Mohamar khadaffi berlusconi

Mohamar khadaffi blair

Mohamar khadaffi chaves

Mohamar khadaffi obama

Mohamar khadaffi putin

Mohamar khadaffi sarkozy

E quem disse que só de amizade do Tio Sam vivem as ditaduras africanas?

A revolução árabe ao mesmo tempo que comove o mundo deixa às claras as relações históricas dos governos burgueses com os ditadores caídos ou prestes a cair. Entre os que estão na berlinda, existem aqueles que não tem lá tão boas relações com o Tio Sam como o caso de Muammar Kadafi. Mas o mesmo não pode se dizer em relação a amizades com outros governantes, como por exemplo, com o ex-presidente Lula. O portal AlJazeera publicou hoje em seu blog, um post em que relembra as relações abertas entre as empresas brasileiras, como Odebrecht, Andrade Gutierrez e Queiroz Galvão, e a ditadura Líbia com a intervenção direta de Lula. A foto abaixo é de 2009 e mostra nosso ex-presidente ao lado do ditador a quem chamou de "irmão" e "amigo" e que esperamos que a revolução derrube.

Lula Libya

sábado, 19 de fevereiro de 2011

Mais uma vez o PT: quem te viu que te vê.

NewImage

A foto acima é de maio de 2000, durante a votação do salário mínimo no Congresso Nacional. Naquela oportunidade, o aumento dado por Fernando Henrique Cardoso foi de 19,2%. Os petistas acharam pouco e tinham razão. Fizeram troça.

Hoje, desgraçadamente, Dilma está oferecendo 6,9% e eles acham que foi muito. Fazem troça com a nossa cara!

* Este arremesso foi absolutamente clonado do blog Lingua Ferina.

terça-feira, 15 de fevereiro de 2011

Trilha sonora para a queda de um ditador

Uma verdadeira trilha sonora para a queda do agora ex-ditador Mubarak está disponível para ver e ouvir no YouTube. Um deles é o "Contra o governo" do rapper egípcio DoNjEwan publicada em sua conta no YouTube ainda no dia 13 de janeiro um clipe defendendo a queda de Mubarak. Para os que quem curte rap vale a pena o play.

Segue a letra em inglês:

i am against the government, against the thugs and injustice.

i am against the ruler and the gavernance.

aganist the government, and the injustice rope is long.

against thgovernment, and i have a 1000 evidence.

they waste your blood.. they disband your killing.. they invaded your home.. they targeted your religion.. they restrained your voice.. they eat your rights.. they killed your brother.. they exhuasted the people.. if you are existed, u are living a bad life.. if you die, who cares..

if you talk, you will lose ur life..u will be treated cruelly.... its the bullying law... few of gangs... violent government.

they want to eat us..

the oppressor and the oppressed.. the ruler and the ruled..

for whome i will complain.. who i will blame.

should i blame people who are hit by a shoe without standing up for thier rights..

or should i blame the government who has a dead heart..

down with the government..

down with the law..

down with the rulers..

down with coward..

down with the traitor..

down with the good guy if his goodness will lead him to dastard..

this is the main point of the song (the song is calling the people to get up and stand up for thier rights..... enough silence, be strong, learn how to say NO....

 

quinta-feira, 10 de fevereiro de 2011

A revolução acompanhada pelo Twitter

Esperando para ouvir o discurso em que se espera que Mubarak renuncie, os apoiadores da Revolução Egípcia começaram uma brincadeira no Twitter especulando por que Mubarak estaria atrasado para o discurso. A tag #reasonmubarakislate (motivo pelo qual Mubarak está atrasado), em alguns minutos, chegou ao primeiro lugar nos Trending Topics – onde está até agora. Veja algumas das melhores:

“Porque ele está procurando a palavra ‘revolução’ no Google.”

“O cara que escreve seus discursos está de greve.”

“O relógio dele está de greve.”

“Você já tentou guardar $70 bilhões na mala?”

“Está no telefone com Obama combinando o que falar no discurso.”

“Ele esta procurando Arábia Saudita no Google Maps, mas esqueceu que ele desligou as redes de internet.”

“Ele está preenchendo seu CV para o próximo emprego, mas não sabe o que colocar em ‘serviços prestados à comunidade’.”

“Ele está lavando suas mãos do sangue derramado nos últimos 30 anos”

“Está ligando pro Ben Ali (ex-ditador da Tunísia) pra saber se pode passar uns tempos com ele”

“Ele está esperando seu discurso vazar no WikiLeaks.”

quarta-feira, 9 de fevereiro de 2011

Revolução egípcia em fotos

O portal Totally Cool Pix está com uma coleção de fotos de alta qualidade das manifestações e enfrentamentos no Egito. Veja aqui.

Egito

segunda-feira, 7 de fevereiro de 2011

Ministro de Dilma diz que Brasil não vai exigir a saída de Mubarak

Lamentavelmente, o governo brasileiro parece caminhar da omissão ao apoio à ditadura de Mubarak, no Egito. Evitando sempre qualquer declaração sobre o tema nas duas últimas semanas, o governo procurou se manter neutro, mesmo com a brutal repressão levada a cabo pela ditadura egípcia. Repressão que se desdobrou nos ataques à imprensa, atingindo inclusive dois servidores públicos brasileiros, um repórter e um cinegrafista da EBC (Empresa Brasileira de Comunicação), presos e agredidos no país.

Pois agora um alto representante do governo acaba de afirmar claramente que o governo não pedirá a saída do ditador Mubarak. A declaração foi realizada pelo ministro da Secretaria-Geral da Presidência da Repúblia, Gilberto Carvalho, durante o Fórum Social Mundial, realizado este ano na cidade senegalesa de Dacar. Segundo nota da estatal Agência Brasil, Carvalho afirmou que o Brasil "tem uma posição de 'cautela, observação e apoio à democracia' em relação aos recentes conflitos no Egito e não fará pedidos pela saída imediata do presidente Honsi Mubarak".

Na mesma fala, Gilberto Carvalho chegou a comparar a mobilização das massas egípcias com a luta no Brasil contra a ditadura militar. Mas nem isso parece ser razão suficiente para se exigir a saída do ditador. Postura mais vergonhosa ainda vinda de um governo cuja presidenta pegou em armas contra uma ditadura.

Leia a nota da Agência Brasil
Durante FSM, Carvalho diz que Brasil tem posição cautelosa e não pedirá saída de Mubarak

sexta-feira, 4 de fevereiro de 2011

Siga @diretodoEgito

Diretodoegito

Nosso correspondente do Opinião Socialista está no Egito repassando via twitter todos os aconetcimentos da revolução em curso. Acompanhe no twitter

quarta-feira, 2 de fevereiro de 2011

LIT-QI publica declaração sobre a situação no #Egito

FueraMubarak

Leia aqui (em espanhol) e aqui (em português).

Revolução real versus revolução inventada (em imagens)

O portal Spice Melange Overdose publicou ontem uma comparação de fotos da "revolução democrática" que derrubou Sadam no Iraque e a revolução egípcia. Muito oportuna a comparação. Segue a imagem.

2011 versus 2003

terça-feira, 1 de fevereiro de 2011

Charges.com: Assalariados cantam pra Dilma!

Charges.com faz a crítica perfeita ao "aumento do salário mínimo" e o descaso com a previdência. E não esqueça o twittaço #naoaoaumentodosdeputados.