quinta-feira, 31 de maio de 2007

Aumenta a tensão no protesto da USP e estaduais paulistas em São Paulo

Direto das ruas

Aumenta a tensão entre estudantes, funcionários das universidades paulistas e a polícia. Nesse momento, um estudante foi detido por policias.

O clima de tensão foi criado depois que cerca de 500 homens da PM impediram que uma passeata das universidades públicas paulistas de acessar a avenida Morumbi, na zona oeste de São Paulo, para chegar até o Palácio dos Bandeirantes, sede do governo do Estado.

“É um absurdo impedir que uma manifestação pacífica como essa. Nosso objetivo é exigir do Serra a imediata suspensão dos decretos”, disse Gabriel Casoni, estudante da USP.

Os manifestantes continuam tentando furar o bloqueio de policiais da Força Tática. Os PMs chegaram a disparar gás pimenta contra alguns dos manifestantes. Também apontaram armas que disparam balas de borracha contra os estudantes e membros da imprensa.

No final da tarde dessa quinta-feira, uma comissão da manifestação está tentando ir até Palácio dos Bandeirantes para negociar a continuidade da passeata.

Um comentário:

Professor estadual disse...

Aumenta a tenSão, não a tenção.

E o clima não é de tesão, e sim de tensão. Se fosse de tesão os estudantes estariam abraçando os policiais.

Erros de digitação, é só corrigir...