sexta-feira, 16 de janeiro de 2009

Santander: 400 demissões

Mal passaram-se cinco meses da fusão com o Real, o Santander anunciou a demissão de 400 trabalhadores que segundo o banco não teriam relação com a crise e sim com a fusão.

Leia aqui.

Um comentário:

Pablo Pedroso disse...

O ganância existente no sistema capitalista no qual somos reféns há décadas, gera esse caos social que parece nunca acabar. Altos executivos de grandes instituições bancárias promovem fusões, compras, etc e desprezam os trabalhadores que suam a camisa para ajudar no crescimento das empresas e enriquecimento dos banqueiros egoístas. Outra questão importante é o caso dos concursos em bancos públicos. Lançam concursos mas contratam pouquissimos por economia ou safadeza, mesmo assim faltam funcionários e os que trabalham sofrem com assédio moral, arrocho salarial e prejuízos na previdência.