quinta-feira, 15 de janeiro de 2009

Adidas: 300 demissões nos EUA e México

A alemã Adidas demitirá 300 trabalhadores nos EUA e no México para tentar tornar a Reebok "mais rentável", em especial "pela conjuntura atual.

Leia aqui.

2 comentários:

Mente livre Brasil disse...

É inaceitável que, uma empresa como a Adidas corte 300 postos de empregos. Por que eles não cortam os patrocínios milhonários a jogadores de futebol, que pelo que parece a crise não chegou até eles!

AF STURT disse...

APÓIADO(A) MENTE LIVRE BRASIL....