segunda-feira, 5 de janeiro de 2009

Imagens de Gaza (2)

Mais imagens da galeria de fotos "Barbarie israelí sobre Gaza" do portal lavanguardia.



6 comentários:

AF STURT disse...

as fotos 2 e 3 é chocante ,é barbárie....principalmente a dois,revolta qualquer um.....
srp....

Adriano Espíndola disse...

POEMA DE MINHA IRA ou PAZ DOS CEMITÉRIOS

Meu coração palestino,
ferido de morte, clama por justiça.
Clamor que resulta inútil,
frente a indiferença das arrogantes
potências imperiais.

Outro dia finda na faixa:
Armas de destruição em massa
destroem minha Gaza,
explodem crianças,
arrasam com sonhos.

Sionismo maldito e covarde.
teu fim está próximo.
O sangue que derramas,
é o combustível de minha ira!

Adriano Espíndola, janeiro 2009

rubro zorro disse...

Pobre povo palestino,
sem país, sem instituições,sem economia, sem estado...usados como bandeira por muitos setores, alguns opostos entre si, agora vemos quem realmente os apoiam...apesar de bravatas de alguns e jogo de cena diplomático de outros, pouco ou mesmo nada tem sido feito para parar o massacre sobre os palestinos.
Israel realmente é o opressor e deve ser condenado por isso, mas é hora de repensar o papel de outras lideranças e organizações nisto tudo...
A própria Fatah que inicialmente torcia por ganhar com a destruição do Hamas, acabou numa posição criminosa que facilitou a ação de Israel.
A imprensa, que mostra Israel como vitima e Hamas ou outros grupos como terroristas, e talvez até sejam, mas são a única forma de resistência das quais os paletinos dispõem (talvez De Gaulle e a resistência francesa hoje seriam chamados de terroristas...).
Governos, como o de Chavez que bravejam mas continuam a fornecer petróleo que abastece tanques de guerra e navios.
E países árabes que trocam seu silêncio por gordas contribuições e garantia de mercado para seu petróleo.
Pobre povo palestino, até ontem bandeira de muitos, hoje pano de chão do Estado de Israel, pisoteado e massacrado ao olhos do mundo.

Anônimo disse...

Na Cisjordânia, a polícia do Fatah está ajudando a "controlar" as manifestações populares contra o massacre em Gaza, impedindo os "excessos" e barrando qualquer tentativa das massas de se aproximar da fronteira com Israel.

O Fatah cumpre papel semelhante ao do governo colaboracionista de Vichy, na França ocupada pelos nazistas... E quem age como agia a Resistência Francesa é chamado de terrorista...

technology disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Incendiário disse...

O comentário anterior foi excluído por se tratar de spam