segunda-feira, 24 de setembro de 2007

Latuff e a Tropa de Elite

2 comentários:

wilson rezende disse...

É uma vergonha.

Adriano Espíndola disse...

Zeca Baleiro e o ouro do tolo

Zeca Baleiro e o ouro do tolo


por Cristóvão Feil

Segunda-feira passada o apresentador global Luciano Huck, aquele tolinho alegre, escreveu um artigo indignado na Folha. Ele teve, dias atrás, seu relógio de ouro roubado, e reclamava de deus e o mundo pelo sufoco sofrido, etc, etc.


Ou seja, um idiota completo, que só lembra que existe cidadania quando seu Rolex é subtraído a berro pelas – diríamos – forças abstratas da hiper-realidade brasileira portadoras da insurgência horizontal – em bom tucanês de botequim.


Mas eu estou contando essa tolice do marido de Angélica para falar e reproduzir a resposta do grande Zeca Baleiro , na coluna do leitor da Folha, de ontem, que disse o seguinte:


"A nossa elite (se é que merece ser assim chamada) é mesmo patética. Só mostra indignação com a situação do país quando tem o seu Rolex roubado. Queria ver Luciano Huck escrevendo um texto tão indignado caso presenciasse uma chacina no Capão Redondo." ZECA BALEIRO, músico (São Paulo, SP) < >

Fonte: Diário Gauche