sexta-feira, 21 de setembro de 2007

Greve dos correios, 9º dia: São Paulo vota pelo fim da greve.

Governo, justiça e sindicato fecharam o cerco contra os trabalhadores dos correios em greve em todo o país. Na quarta, ao receberem a proposta do governo Lula de abono um pouco maior, os sindicalistas governistas se apressaram em aceitar e tentar sufocar o movimento paradista ao ponto de fazer votar a expulsão de Daniel Reis da oposição em São Paulo. Diante da negativa da categoria, governo ameaçou recuar na proposta e a justiça determinou que ou os grevistas aceitavam a proposta ou a greve iria para a ilegalidade.

Ontem acabou a greve no Rio. Hoje, diante de cerco tão bem montado, os ecetistas de São Paulo decidiram recuar e encerrar a greve no estado. Com o encerramento de Rio e São Paulo a greve nacional dificilmente se manterá. Amanhã haverá assembléia no Paraná que hoje a tarde recusou mais uma vez a proposta da ECT.

A greve de 2007 deixa claro que com Lula presidente os ecetistas não terão nenhum resgate de dignidade como havia prometido o Lula candidato. A justiça também mostrou sua face de desrespeito aos trabalhadores. Mas a maior lição que os trabalhadores dos Correios de todo o país podem tirar da greve de 2007 é que é preciso retirar do sindicato os capachos de Lula, os sindicalistas petistas, cutistas e pcdobistas.

Para ver:

Ecetistas de Paraná votam pela expulsão dos pelegos do comando nacional de greve.



Um comentário:

Juan-RJ disse...

Oi companheiros!
Eu sou do movimento estudantil e estou acompanhando a luta dos companheiros dos corrreios contra os pelegos e o governo federal.
Gostaria de saber se tem próximo alguma eleição de sindicato dos correios para esse ano ou início do ano que vem. Poderíam dar esse informe no blog, para a gente varrer esses pelegos dos sindicatos! Como disseram os companheiros gaúchos, está chegando a hora da tosquía!