segunda-feira, 23 de março de 2009

“1 shot, 2 kills”: Sionistas incitam assassinato de grávidas palestinas

A barbárie sionista não tem limites.

O jornal "Ha'aretz" informou neste sábado, dia 21, que cresce entre os soldados israelenses a propaganda anti-semita, racista e genocida contra os palestinos. O descaramento é tamanho que os assassinos tem a coragem de estampar em suas camisas as imagens de “crianças mortas, mães chorando sobre os túmulos de seus filhos e mesquitas destruídas por bombas”. Mas o maior sucesso entre os chacais de Israel é a da estampa que mostra uma palestina grávida no centro de uma mira com a frase: “1 tiro, 2 mortes”.

A notícia pode ser lida aqui ou em inglês no próprio Ha'aretz.

1shot2kill

4 comentários:

Anônimo disse...

é necessário fazer uma correção, pois não é propaganda anti-semita, mas semita!

árabe semita disse...

Mais uma prova do anti-semitismo dos sionistas!

Israel é uma máquina de matar semitas (para quem não sabe, os árabes são um povo semita).

Israel = Anti-semitismo assassino!

Anônimo disse...

MALDITO seja você; israelense assassino de crianças. Os teus antepassados, aqueles que morrerão nas mãos infernais de Hitler, devem estar se contorcendo em seus túmulos pela vergonha do que vocês judeus de hoje estão fazendo com o povo palestino.

Anônimo disse...

PALESTINOS que ALÁ os acompanhe.
O povo brasileiro não gosta de assassinos nem de covardes nem de
terroristas e isto vocês não são.