sexta-feira, 6 de março de 2009

E na grande depressão...

No dia 6 de março de 1930, quase cinco meses depois de iniciada a grande depressão, a polícia norte-americana atira contra 35 mil trabalhadores desempregados que faziam um protesto em Nova Iorque. Neste mesmo ano, a taxa de desemprego nos EUA pulou de 3,2% para 8,7% e as filas gigantescas de famintos passaram a fazer parte da paisagem da metrópole.

A repressão policial se tranformou num obstáculo para a luta contra a crise, mas mesmo assim os Conselhos de Desempregados ganharam força e fizeram grandes protestos.

Em tempos de recessão, nunca é demais lembrar a experiência passada da classe trabalhadora e como ela reagiu à grande depressão dos anos 1930. Aliás, a crise econômica deste início do século 21 só pode ser mais bem comparada à daqueles tempos.

Abaixo, algumas imagens mostram a situação desumana de miséria e caos a que o capitalismo submete os trabalhadores para se salvar.


Manifestação de desempregados em Nova Iorque, 1930 (Fonte: Monthly Review)
Desempregados aguardam por comida, Nova Iorque, 1930 (Reprodução)

Marcha de desempregados em Nova Iorque, 1930 (Reprodução)

Mais uma fila de espera por comida em Nova Iorque, 1930 (Legenda original: 11/13/1930- O anúncio de que a refeição gratuita para desempregados seria servida no Restaurante Willow Tree, na Rua 28 e na Broadway, trouxe uma multidão de homens famintos para as portas, todos à espera para comer. Os membros do Departamento de Polícia de Nova Iorque foram convocados para manter a ordem quando a multidão se tornou tão grande que os pedestres não podiam mais passar sobre a calçada. Aqui, os desempregados preenchem a calçada e um policial fica à direita.)

Aqui, em mais uma espera por comida, a imagem do caos e da desgraça que se abatia sobre os trabalhadores naqueles anos

"House unemployed" (casa de um desempregado)

Um comentário:

AF STURT disse...

bela postagem,realmente as fotos refletem a realidade da época...