segunda-feira, 1 de dezembro de 2008

Nada será como antes no DCE da USP!

De 23 a 26 de novembro ocorreram as eleições para o DCE-Livre da USP, a maior universidade pública do país, com mais de 76 mil estudantes. Após uma intensa campanha eleitoral, a chapa de oposição “Nada será como antes” venceu com uma larga vantagem de votos. A chapa, composta por militantes do PSTU e ativistas sem partido obteve 3.314 votos, quase 1200 votos à frente da segunda colocada, “Baião de Todos”, composta principalmente pelo PSOL e PCB, grupo que estava na atual gestão do DCE.

A apuração viveu momentos de tensão. A comissão eleitoral, controlada pela chapa Baião de Todos, impugnou as urnas do campus de Ribeirão Preto por causa de uma urna supostamente violada. Com uma política de tentar anular todo o processo eleitoral, a comissão paralisou a apuração por várias horas. No entanto, os votos foram apurados, revelando, na noite do dia 27, a vitória acachapante da chapa de oposição.


Veja como foi a votação:

NADA SERÁ COMO ANTES (PSTU e independentes) : 3314 votos

BAIÃO DE TODOS (MES, APS, CSOL, PCB, ROSA DO POVO e independentes) : 2127 votos

QUE PICADEIRO É ESSE? (PT, PC DO B, MR8 e independentes) : 514 votos

TERRITÓRIO LIVRE (Negação da Negação e independentes) : 451 votos

AJR (PCO e independentes) : 91 votos

29 comentários:

paulo augusto disse...

Nem como o MES caluniando a nossa chapa eles conseguiram vencer.
Foi uma eleição muito boa e todos da chapa Nada será como antes estão de parabéns!
Agora é barrar os novos decretos do Serra e construir o congresso dos estudantes!

alex disse...

Escrevi a respeito um artigo com fraternais admoestações no São João del Pueblo, http://saojoaodelpueblo.zip.net .

Anônimo disse...

construir o congresso????
igual aquele que vcs sabotaram
igual a urna

Anônimo disse...

Não teve voz na ocupação
nem fez a mobilização
por um dce forte e dos estudantes
NADA SERA COMO ANTES !!!!!!!!!!!

Anônimo disse...

silencio na gerdal!!!!!

Poesia e Luta disse...

acho legal que só os anonimos tem coragem de contestar essa vitória, rsrs...

Anonimos em geral, voltem ao ensino primário(ou fundamental como queiram) e aprendam matemática, não precisamos fraudar urna nenhuma pra ganhar... ou vcs não viram os amis de 1200 votos de diferença... fraude como produto do desespero é que não da pra tolerar... é hora de dar vivas ao novo movimento estudantil que nasce das lutas!!!

thiago baptista disse...

Aaahhh... quer dizer que a chapa apoiada pela GERDAU... err... quero dizer, pelo PSOL ficou em segundo, é?

Parabéns pela vitória, companheiros!!!!

\\//

Anônimo disse...

Se a juventude do MES começar a perder DCE, a GERDAL vai cortar a mesada da garotada!
Mas não nos esqueçamos dos amigos do PCB que muito provavelmente armaram o circo nas urnas de ribeirão!


MORREU!MORREU!
MORREU, MORREU, MORREU!
MORREU O STALINISMO E O PCB NÃO PERCEBEU!

L. Mateus disse...

"MAS NÃO TEM NADA NÃO,
A GENTE FICA COM O DCE E ELES DANÇAM BAIÃO..."

VITÓRIA dos estudantes...

Agenda de shows:
* Dançar Baião na Gerdau...
* Dançar Baião na Gerdau...
* Dançar Baião na Gerdau...

Mas sobretudo melhor que dancem eles que os estudantes, mas agora verão... Nada será como antes!

Literalmente... FERROU...
Dinheiro da GERDAU não ajuda a construir BASE forte...

andre disse...

muito me envergonha tentar ganhar uma eleição direta para dce...estive em sao paulo e vi a cena vergonhosa, que parecia mais um campo de futebol do que um movimento que estava discutindo a organização do movimento estudantil. Mais interessante que isso, as eleições sequer tiveram a representatividade...perguntemos: o numero de 3000 eleitores que votaram na chapa nada será como antes representam CONSIDERAVELMENTE os outros 70000 eleitores, ausentes das eleições diretas para o dce da usp, sendo que a maioria de ca's, por exemplo, apoiaram a chapa baiao de todos? gostaria que meus companheiros trotskistas refletissem sobre esse processo...
andré Luan-1° Secretário DCE

andre disse...

André Luan- 1° Secretário DCE UFSJ
Visitem nosso site:
www.saojoaodelpueblo.zip.net

andre disse...

Além da questão do numero de eleitores, as eleições burguesas diretas para o DCE não contemplam as estratégias de lutas necessárias para o movimento estudantil, ou seja, os DCE's são entidades que estão completamente descoladas e desarticuladas com a base dos estudantes, os centros academicos. A eleição da usp é um exemplo clássico disso; muito me preocupa meus companheiros trotskistas comemorarem uma eleição com um nível tao baixo de eleitores. Uma universidade como a USP merece uma reorganização e precisa distribuir seu poder às bases, caso contrário, cometeremos os mesmos erros de forças que se diziam de esquerda, comunistas e que atualmante são parasitas do movimento estudantil.
Creio que o espaço de discussão pode se tornar bastante interessante. Estive na reunião que discutiu o congresso de estudantes e estou aberto ao diálogo. Acredito que os companheiros ainda não entendem que a nossa realidade dentro do movimento estudantil não é nada fácil. Estamos em uma das piores épocas políticas desta ordem social, e acredito que isso influencia diretamente o me; as ocupações de reitoria NÃO CONTEMPLAM a melhoria destes espaços para nós; temos que rever este "ascenso relativo" que nossos companheiros do pstu tanto acreditam.
visitem o site www.saojoaodelpueblo.zip.net
Um grande abraço a todos,
André Luan Nunes Macedo
1° Secretário DCE UFSJ

rubro zorro disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
rubro zorro disse...

Lendo os posts sobre as eleições do DCE da USP me chamou a atenção as considerações do André.
vejamos..."muito me envergonha tentar ganhar uma eleição direta para DCE"..pelo que pude entender então, André defende que as eleições sejam indiretas, quem sabe talvez, digamos, por um colegiado ou pelos DCAs.
Mas continuando: "as eleições sequer tiveram a representatividade...perguntemos: o numero de 3000 eleitores que votaram na chapa nada será como antes representam CONSIDERAVELMENTE os outros 70000 eleitores, ausentes das eleições diretas para o dce da usp, sendo que a maioria de ca's, por exemplo, apoiaram a chapa baiao de todos?"
Esta colocação, para mim reforça a idéia que Alex defende a eleição indirreta, e mais, que os DCAs são mais representativos do que o DCE.
Bem, os DCAs são eleitos diretamente, ou não? E se os DCAs que são tão representativos, porque não conseguiram levar às urnas a massa de apoiadores que representam?
Por fim há uma colocação enigmática: André se refere às "eleições burguesas diretas para o DCE", o que significa isso?

andre disse...

Camarada rubro zorro,
o que estou querendo discutir é realmente a estrutura do movimento estudantil da usp. Quando coloquei em questão dos ca's serem, em sua maioria, da chapa derrotada, podem nos mostrar, claramente, que a base dos estudantes, obviamente representada pelos ca's e da's, dentro desta proposta de eleição direta para dce tiram o poder de ação desta base; o trabalho de disputa de um dce não está diretamente ligado, mas acredito que a base está mais representada pela maioria dos centros acadêmicos, uma vez que estas entidades estão mais proximas dos estudantes. Acredito que agora deveriamos repensar, na usp, que o poder deve ser entregue às entidades de base; daí então estariamos nos reorganizando diante da deplorável organização do movimento estudantil,estaríamos com uma esquerda mais integrada e , consequentemente, poupariamos um esforço desumano para os nossos militantes estudantis, que estariam pensando ainda mais no me das suas universidades em geral.
Gostaria muito que o debate continuasse, creio que assim estamos enriquecendo a nossa organização ao discuti-la. E, caro rubro, não sei o que aconteceu, mas o moderador apagou uma de minhas mensagens; para um forum que propoe abrir o dialogo, acho um absurdo que tenham apagado uma de minhas reflexões sobre o processo...
Um grande abraço,
André Luan

andre disse...

ah, é , ia me esquecendo. O problema maior é que esta base é seriamente enfraquecida por essa eleição direta do DCE e pela verticalização...os ca's na usp n tem poder nenhum comparado ao diretório! Por isso, camarada rubro, que acredito que devamos discutir sim esses simplorios 3000 eleitores que votaram no pstu...n creio que seja como algum infeliz colocou em um de seus comentários, dizendo que era uma "vontade da base"; a partir de uma afirmação como esta, fica complicado discutir a organização, uma vez que muitos acreditam num ascenso romantizado do movimento estudantil. Nossa ocupação de reitoria, pode ter tido sim um sentido estrutural e que se inter relaciona, mas daí dizer que os estudantes estão integralmente mobilizados? EStes sequer exercem uma democracia justa dentro de suas instituições, como poderiam estar conscientizados nesse ascenso? Enfim, vamos discutir esses pontos companheiro!
visite o site www.saojoaodelpueblo.zip.net!
um grande abraço a todos

Equipe do Blog Molotov e do Portal do PSTU disse...

Caro André Luan,

Em seu último comentário, você afirma que o moderador apagou uma de suas mensagens. Deve haver algum mal entendido.

O blog Molotov só exclui comentários em casos extremos, com xingamentos, calúnias, comentários racistas, homofóbicos e machistas. Nestes casos, os moderadores sempre publicam na sequência uma explicação aos demais leitores.

Nestes casos extremos, após remover o comentário, aparece automaticamente o texto: "Esta postagem foi removida pelo administrador do blog."
Aqui, a única mensagem que está aparecendo é "Esta postagem foi removida pelo autor".
Sendo assim, não excluímos o seu comentário.

A exceção desses casos, todo comentário permanece no ar. Não é exigida filiação ao PSTU para escrever e opinar aqui. Muitas vezes comentários de cunho ideológico completamente distinto, alguns até mesmo considerados de direita, permanecem publicados. Cabe aos demais usuários debater, discutir, de acordo com suas convicções.

Esperamos ter esclarecido,

Bom debate e saudações socialistas,

Anônimo disse...

Quem dirige os CAs são os caudilhos....os populares dos cursos e apoiavam a chapa baião de todos....contando com as urnas impugnadas chegamos a quase 7500 votos....um pouco menos que na eleição passada....sendo que ano passado eram 3 e não duas as chapas que disputavam o processo.
A chapa baião de todos, entrou no proscesso de salto alto poi tinha apoio da maioria dos CAs e eram atual gestão...Nós passamos nas salas de aula revindicando a ocupação do ano passado e suas conquistas e discutindo os novos decretos do Serra sobre pesquisa e ensino a distancia. E a chapa baião de todos em nenhuma linha de seus panfletos sequer citou a ocupação.
Tiveram urnas em cursos que a 2 semanas atraz houveram eleições de CAs que perdemos e que na eleição do DCE, onde os caldilhos dos cursos não se dedicaram tanto, ganhamos de lavada.
Da história/geografia até economia, nós passamos em sala nos propondo e chamando os alunos a lutarem contra os decretos do Serra e em todas tivemos ótima receptividade!
Eu considero a eleição da USP como um exemplo de que a ocupação do ano passado, abriu um novo momento do ME, pois fomos a chapa do movimento, da luta e da ocupação e ganhamos de lavada contra quem tinha o apparato na mão e fez política pela analise de refluxo do ME

andre disse...

Aos companheiros do Molotov,
Realmente me equivoquei quanto à remoção do meu comentário. Quando vi que havia um comentário apagado logo após o meu, acreditei que tinha sido removido mesmo...mil desculpas pela organização!
CAmarada Anônimo,
Realmente, percebe-se que ainda há uma resistencia quanto a concepção sobre a eleição direta para os dce's.Vc simplesmente acredita que há representatividade em 4% dos estudantes. Estou esperando o camarada rubro zorro, que sentiu a necessidade de debater a organização!! reapareça companheiro. Precisamos de vc para qualificar o debate
SAudações Revolucionárias
André Luan- 1º Secretário UFSJ

rubro zorro disse...

André, eu não "senti necessedidade de discutir organização" como vc diz, eu apenas questionei o fato de vc defender que as eleiçoes para o DCE sejam indiretas.
Também questionei a expressão utilizada por vc: "eleições burguesas do DCE".
Até agora vc não se explicou.
E mais, passemos então a uma reflexão metodológica, já que vc se reivindica marxista, mas eu não.
Como ficaria, aplicando essa mesma metodologia sua, a avaliação das sucessivas eleições e referendos na Venezuela?
Perceba que sua análise apresenta mais jogo de retórica que ciência, o que aliás é comum na esquerda brasileira inclusive do próprio PSTU.
Veja bem, vc e a maioria daqueles que se manifestaram, partem da direção do processo (quem ganhou ou perdeu) para construir toda uma argumentação contrária (ou favorável) dependendo do resultado eleitoral.
Mas enfim, só coloco isto porque vc perguntou. Não quero, de minha parte "discutir a organização", queria apenas entender porque vc é contra a eleição direta para o DCE e porque vc acha que os DCAs são mais representativos, se responder a isto já me basta.
Saudações fraternais

andre disse...

quando eu digo "eleições diretas burguesas" estou me referindo não só ao custo, mas à falta de representatividade de uma eleição direta para dce. No caso da usp isso fica claro, vide o numero de pessoas que quiseram ir votar no DCE; a representação parece muito com o nosso cotidiano politico da democracia liberal.
Sobre a derrota, visite o site de são joão del-rei do PCB camarada (www.saojoaodelpueblo.zip.net), verá que nós somos CONTRARIOS às eleições diretas! Jamais comemoramos uma vitória de DCE do PCB. Pode caçar em qualquer lugar isso!
sobre a Venezuela, precisaria estudar o processo para saber fazer qualquer relação com a análise que fiz sobre essas eleições.
Isso se trata de uma questão cientifica sim!
Marx já nos dizia que o modelo da democracia liberal só nos faz mal, assim como o camarada lenin em "esquerdismo, doença infantil do comunismo", ao analisar o Partido Social Democrata alemão.

alex disse...

As eleições para CAs são muito mais democráticas, por que em universos de eleitores menores.

Assim, o dinheiro tem menos importância nas eleições de CAs que de DCEs (aqui em São João chegou a notícia de que o PSTU afirma ter gasto 25 mil na USP!).

Também as máquinas partidárias tem menos influência sobre pequenas eleições, onde marqueteiros e militantes de fora não têm grande influência, que sobre grandes eleições, onde essas baixarias funcionam.

Mesmo assim, em São João del-Rei a experiência do DCE, que hoje é completamente controlado pelo Conselho de Entidades de Base, está estimulando os CAs a enfraquecerem as eleições diretas por meio da inclusão de diretores também eleitos por salas, o poder da Assembléias revogarem mandatos etc.

Sim, André Luan está certo, os DCEs do Brasil são miniaturas de democracias burguesas, escolas práticas de politiqueiros, carreiristas e corruptos.

Já no DCE-UFSJ está em teste uma nova democracia, um Conselho (Soviet) e a formação dos militantes é bem diferente.

Ozzi disse...

Olá André!

Sou o Ozzi, diretor do atual DCE da USP. Você deve se lembrar de mim do ENEH. Muito me intrigou essa sua declaração:

"Sobre a derrota, visite o site de são joão del-rei do PCB camarada (www.saojoaodelpueblo.zip.net), verá que nós somos CONTRARIOS às eleições diretas! Jamais comemoramos uma vitória de DCE do PCB. Pode caçar em qualquer lugar isso!"

Não sei se em São João Del Rey o PCB é diferente, aqui em São Paulo até que els comemoram bastante. E não demorou muito para achar isto no Google:

UJC/PCB (A Hora é Essa) vence eleição para o DCE da USP




A chapa "Vez e Voz", formada pela UJC/PCB (A Hora é Essa), por correntes do PSOL e por independentes venceu as eleições para o DCE da USP. Os números da votação, mostrados abaixo, refletem o novo quadro político do movimento estudantil que emerge das urnas e aponta para uma gestão de muita luta:
DCE - Diretório Central dos Estudantes / USP
Vez e Voz (UJC-A Hora é Essa, PSOL e independentes) - 3.166
Nada será como antes (PSTU) - 2.631
Na falta de céu ninguém voa (PT/DS, Adeus Lênin) - 1.319
Novos Rumos (PCdoB, MR8) - 263
América: Território Livre (MNN) - 203
AJR - Reconstruir o DCE pela base (PCO) - 41
Brancos e Nulos - 282

http://www.pcb.org.br/vezevoz.htm


Achei que talvez fosse uma exceção, mas depois no site da UJC:


Comunistas conquistam vitória na UFG

23-Jun-2008
Entre os dias 17 e 18 de junho realizou-se a eleição para o Diretório Central dos Estudantes da Universidade Federal de Goiás (DCE-UFG). E os comunistas organizados na chapa 2 MobilizAção conquistaram uma importante vitória



30-Nov-2007
A UJC e o movimento "A Hora é Essa!" venceram as eleições do DCE (Diretório Central dos Estudantes) da USP em conjunto com a juventude do PSOL e independentes. Após um processo eleitoral tenso, a chapa “Vez e voz: o grito só não basta”, venceu a chapa “Nada será como antes”, composta por PSTU e independentes, por uma diferença de 535 votos (3166 a 2631). A atual gestão dividiu-se em duas chapas, “Na falta de céu ninguém voa” (DS e independentes) e Além dos Muros (PC do B e MR8), o que fez com que tivessem expressão menor de votos comparados com a eleição do ano passado. O DCE-Livre da USP “Alexandre Vannucchi Leme” era composto por PT, PC do B, Adeus Lênin e MR8. Esta gestão, ao longo do ano, desrespeitou os estudantes em greve e ocupados na reitoria, chegando a negociar o fim da ocupação sem o conhecimento dos estudantes.

Mesmo com uma campanha desqualificada do PSTU, chegando a afirmar que a chapa Vez e Voz era favorável à Reforma Universitária (demonstrando que estavam dispostos a qualquer coisa para vencer), os estudantes não se deixaram levar por mentiras. Mostraram que estavam dispostos a retirar a direita da gestão, bem como não coadunar com um discurso e uma prática que visam o aparelhamento das entidades estudantis. Segundo o secretário estadual de movimento estudantil da UJC de São Paulo, Leonardo Freitas Sacramento, “o resultado da eleição mostrou que os estudantes estavam cansados dos atos alheios aos interesses dos estudantes, seja da direita, seja do esquerdismo, reafirmando, agora, a necessidade de construir um projeto de esquerda para o movimento estudantil na USP”.
Além disso, não podemos deixar de considerar que a vitória da chapa Vez e Voz significa também o reconhecimento do DCE e dos estudantes da USP à UNE, o que seria inviabilizado caso a chapa liderada pelo PSTU ganhasse, já que deixaram claro em sua carta-programa o rompimento do DCE da USP à UNE, mesmo sem aprovação no Congresso dos Estudantes, única instância que poderia deliberar sobre isto.
Segundo o Diretor da UNE, Alexandre Cherno, “sem dúvida esta é uma vitória de todo o movimento estudantil, uma vez que, mesmo reconhecendo os atuais problemas da UNE, mostrou-se que é necessária uma política que priorize a unidade e a unicidade do movimento estudantil, contra o divisionismo praticado por setores concentrados na CONLUTE, e que acima de tudo reconheça a importância da UNE na construção da universidade pública, gratuita e de qualidade”.
Contudo, a conjuntura do movimento estudantil da USP não é simples, pois a situação do DCE da USP é grave. A entidade sofre uma grave crise, formada ao longo dos anos, que foi aprofundada após a reforma do espaço do DCE, retirando assim suas já escassas fontes de renda, além da desastrosa gestão feita neste ano, aumentando o rombo. Mas a crise não é só financeira, mas também política, pois a atual gestão, ao desrespeitar a todo momento as deliberações feitas pelos estudantes (acordo com a reitoria na ocupação, voto a favor do ENADE, esvaziamento de diretores em assembléias, grupos de trabalhos etc.) fez com que os estudantes ficassem ainda mais distantes de sua entidade.
Como se pode ver, a tarefa da atual gestão do DCE e dos comunistas é complexa e árdua, exigindo uma máxima organização política dos estudantes a fim de recuperar o DCE da maior universidade pública do país.

http://www.ujc.org.br/content/view/40/44/

Gostaria só de dizer que dnos últimos 10 anos, o PCB e a antiga esquerda do PT que depois virou PSOL esteve 7 vezes na diretoria. Será que em 7 anos de gestão esses partidos não perceberam que o movimento estudantil da USP e as eleições do DCE não eram representativas? Por que não propuseram impugnar suas próprias chapas nesses anos, ou mesmo quando a direita da UNE ganhou em 2007 (PT/MR8/UJS)?
Por que não impugnaram a eleição em 2005 ou 2006, quando quórum era de 5 ou 6 mil votantes?
Curiosamente, quando os que romperam com UNE ganham o DCE,ele passa a não ser mais representativo. Vem bastante a calhar...
Mas se mesmo assim você não estiver convencido, te pergunto uma coisa. O PCB, que dirige o campus de Ribeirão Preto, um campus de 6 mil estudantes,levou 8 CAs para votarem a nossa impugnação e tinham 8 votos. A Física, dirigida por nós, tem 3 mil estudantes e 1 voto. Será que Conselhos de CAs são tão democráticos e perfeitos assim?
Mas não se preocupe André, o Conselho de CAs de posse já decidiu. Aprovou a eleição e a nossa prestação de contas. Agora não existe nenhum argumento para o golpe stalinista que o PCB quis dar.
Ao camarada Alex, se fossemos uns loucos degenerados e reformistas não gastaríamos 25 mil reais com um DCE endividado em mais de um milhão de reais. Bastaria aceitar dinheiro da Gerdau como o PSOL e com mais inteligência investir em coisas mais lucrativas, como eleger um parlamentar por exemplo.
No entanto, somos trotskitas revolucionários que dispensam dinheiro de empresas e boatos infundados para a discussão política.

Saudações trotskistas

Ozzi

Diretor do DCE livre da USP "Alexandre Vannuchi Leme"
Gestão Nada Será Como Antes 2008/2009
Construindo o Congresso Nacional de Estudantes

Anônimo disse...

saudação trotskistas o caralho seu morenista PELEGO!

Jose disse...

Olá! Com certo atraso e grande satisfação cumprimento os companheiros do PSTU que venceram as eleições par o DCE da USP. Nos anos de 1989, 90, 91 e 92 lutamos para tirar a Articulação(PT) da direção, com várias chapas lideradas pela Convergência Socialista, entre elas a mais saudosa "OPOSICIONE-SE" na qual reunimos todos os setores comabativos da FFLCH, Saúde, São Farncisco, e São carlos, mas infelizmente perdemos para as fraudes. Foram anos de lutas contra a divisão da FFLCH, a privatização do bandejão e a criação das fundações, sem que o DCE nos apoia-se, felizmente esta realida mudou. Neste período fui a figura pública deste movimento de oposição dirigindo o CAF e ao mesmo tempo ocupando o cargo de 1 secretário na executiva da UNE. Fico feliz em saber que a maior univesidade pública do país, finalmente tem a frente de seu DCE um grupo a altura dos desafios da manutenção do ensino público e gratuito.
Saudações
Mello

Anônimo disse...

Blz Pessoal!O antigo espaço do DCE foi a pouco reformado e se tornará em breve numa praça de alimentação, lojas, e todo mais. Não sei se o DCE voltará a estar na mesma "esquina do prédio". Acho que ali certamente é um local ideal pela localização, porém tem uma coisa. Acho que se tivéssemos uma atuação estudantil mais unida, seria agora, agora é a hora pra uma excelente oportunidade, OCUPAR AQUELE PRÉDIO, aproveitando que não possui as divisórias do seu novo uso, para transformar ali num novo local de encontro de todos os alunos da USP, agora durante a calourada e OCUPAR aquele prédio totalmente, não permitir que ali seja feita obras pra abrigar franquias de fast foods, fooda-se essas empresas, ainda mais num prédio público. Um excelente uso para ele seria transformar ali num local de representação de todos CAs da USP. Ali na frente da reitoria, local onde recentemente a ocupação da reitoria provou a grande carência de dialogo entre todos do movimento estudantil, alias aquele evento serviu pra muita gente boa se encontrar. Já que no antigo prédio que abrigava o DCE, nenhum uso está concretizado, partindo do principio que ali seja um local de convivência estudantil, não podemos permitir uma praças de alimentação nestes moldes, sendo ali um espaço publico. Atualmente são aproximadamente 92 carreiras disponíveis em toda USP , sendo assim naquele prédio deveria ser feito 93 salas, cada uma representando os respectivos CAs que as compões mais uma sala do mesmo tamanho que todas pro DCE ( exemplo uma sala de administração concentrando todas as representações dos respectivos CA´s, assim por diante abrigando todas as reivindicações dos CA´S, mais uma sala do DCE como mediação, afinal ele serve pra eleito pra isso e ficaria em contato com todas as representações estudantis). Seria um fórum estudantil permanente, de frente pra reitoria. É mais ou menos isso que tenho a dizer aos senhores do movimento estudantil aqui do meu CA de geografia, passo a bola aos Srs se é que vêem sentido nisso, e enquanto representantes dos estudantes da geografia, por hierarquia representativa encaminho minha proposta. Isso me tirou vários dias de sono, seria um sonho ter ali uma efervescência permanente dos alunos de graduação. Se essa proposta seguir as instancias doidas que vocês inventaram dentro da representatividade, que eu não votei nem acredito, me avisem que eu mais uma vez ajudo a ocupar aquele espaço fabuloso, que logo mais, se ninguém fizer nada, será mais um elefante branco, mais uma aberração em espaço publico. Fica a possibilidade que me tira o sono. Contem comigo.Abç Gustavão GEO

Anônimo disse...

Blz Pessoal!O antigo espaço do DCE foi a pouco reformado e se tornará em breve numa praça de alimentação, lojas, e todo mais. Não sei se o DCE voltará a estar na mesma "esquina do prédio". Acho que ali certamente é um local ideal pela localização, porém tem uma coisa. Acho que se tivéssemos uma atuação estudantil mais unida, seria agora, agora é a hora pra uma excelente oportunidade, OCUPAR AQUELE PRÉDIO, aproveitando que não possui as divisórias do seu novo uso, para transformar ali num novo local de encontro de todos os alunos da USP, agora durante a calourada e OCUPAR aquele prédio totalmente, não permitir que ali seja feita obras pra abrigar franquias de fast foods, fooda-se essas empresas, ainda mais num prédio público. Um excelente uso para ele seria transformar ali num local de representação de todos CAs da USP. Ali na frente da reitoria, local onde recentemente a ocupação da reitoria provou a grande carência de dialogo entre todos do movimento estudantil, alias aquele evento serviu pra muita gente boa se encontrar. Já que no antigo prédio que abrigava o DCE, nenhum uso está concretizado, partindo do principio que ali seja um local de convivência estudantil, não podemos permitir uma praças de alimentação nestes moldes, sendo ali um espaço publico. Atualmente são aproximadamente 92 carreiras disponíveis em toda USP , sendo assim naquele prédio deveria ser feito 93 salas, cada uma representando os respectivos CAs que as compões mais uma sala do mesmo tamanho que todas pro DCE ( exemplo uma sala de administração concentrando todas as representações dos respectivos CA´s, assim por diante abrigando todas as reivindicações dos CA´S, mais uma sala do DCE como mediação, afinal ele serve pra eleito pra isso e ficaria em contato com todas as representações estudantis). Seria um fórum estudantil permanente, de frente pra reitoria. É mais ou menos isso que tenho a dizer aos senhores do movimento estudantil aqui do meu CA de geografia, passo a bola aos Srs se é que vêem sentido nisso, e enquanto representantes dos estudantes da geografia, por hierarquia representativa encaminho minha proposta. Isso me tirou vários dias de sono, seria um sonho ter ali uma efervescência permanente dos alunos de graduação. Se essa proposta seguir as instancias doidas que vocês inventaram dentro da representatividade, que eu não votei nem acredito, me avisem que eu mais uma vez ajudo a ocupar aquele espaço fabuloso, que logo mais, se ninguém fizer nada, será mais um elefante branco, mais uma aberração em espaço publico. Fica a possibilidade que me tira o sono. Contem comigo.AbçGustavo

Anônimo disse...

USP- UM GIANTESCO POTENCIAL HUMANO AINDA POUCO BENEFICENTE PARA COM OS 99% DA POPULAÇÃO BRASILEIRA QUE SOFRE SEM TER ACESSO A EDUCAÇÃO PÚBLICA DE NÍVEL SUPERIOR E ETC..
o IMPORTANTE DIZER É QUE TEMOS UMA CHAPA VENCEDORA COM MUITA VONTADE DE LUTAR, PORÉM, MUITO JOVEM E POUCO CONHECEDORA DO CAOS SOCIAL QUE AFLIGE A MAIOR PARCELA DA POPULAÇÃO BRASILEIRA HÁ PELO MENOS 509 ANOS, OS REGISTROS BIBLIOGRAFICOS SÃO APENAS INDICATIVOS E NÃO REFLETEM COM EXATIDÃO O DIA-A-DIA DOS POBRES NO BRASIL. POR ISSO É NECESSÁRIO MAIOR SENSIBILIZAÇÃO POR PARTE DOS NOVOS DIRIGENTES DO "DCE -USP" SEMPRE PROCURANDO AGREGAR TODOS INDEPENDENTEMENTE DE QUALQUER DIFERENCIAÇÃO.
# MENOS ALTIVEZ
# MAIS ABETURA E PARTICIPATIVIDADE
# A VERDADE É UMA SÓ, TRANSPARÊNCIA É MELHOR
# TODOS JUNTOS POR UM MUNDO MELHOR
# UNIÃO
# UNIÃO
# UNIÃO
# UNIÃO
# UNIÃO
# UNIÃO
# UNIÃO
# UNIÃO
# UNIÃO
# UNIÃO
# UNIÃO
# UNIÃO
# UNIÃO
# UNIÃO
# UNIÃO
# UNIÃO
# UNIÃO
# UNIÃO
# UNIÃO
MAIS UM FILHO DO CAOS,
APRENDENDO COM OS ERROS, SEUS, E DE OUTROS, LUTANDO PELO
COLETIVO...
COLETIVO...
COLETIVO...
COLETIVO...
COLETIVO...
COLETIVO...
COLETIVO...
SOCIEDADE É ISSO!!!!

Anônimo disse...

HUMILDADE
BENEVOLÊNCIA
CARIDADE
AMOR
PAZ
MANSIDÃO
PASCIÊNCIA
PERDÃO
FRATERNIDADE
É ISSO QUE TEM FALTADO, É ISSO QUE PRECISA-SE