domingo, 14 de dezembro de 2008

Presidente da Vale quer suspensão "temporária" de leis trabalhistas

A notícia é do portal Último Segundo, do IG: Roger Agnelli, presidente da Vale, quer a "suspensão temporária" das leis trabalhistas do país, e já levou um papo com seu amigo Lula para fazer a sugestão. O objetivo é poder explorar e demitir os trabalhadores com maior facilidade.

O que Agnelli e seu amigo Lula precisam saber é que, se vierem com essa medida pra cima dos trabalhadores, nós também iremos "temporariamente" suspender nossas atividades de trabalho neste país, e mostrar que não vamos pagar pela crise. E se mesmo assim esse pessoal não entender o recado, e achar que estamos "falando grego", vamos ter que transformar estas terras tupiniquins em uma imensa Grécia...

10 comentários:

Fabiano disse...

Falou tá falado, eu... assino embaixo... Greve neles...

Fabiano disse...

"Ele sugeriu a Lula a flexibilização temporária das leis trabalhistas, "para ganhar tempo até que a situação melhore", E AFIRMA QUE ACEITA ABRIR MÃO DO SEU SALÁRIO(GRIFO MEU). Segundo ele, a proposta já foi apresentada também a alguns sindicatos.

Olha que belo... imagina quanto é o salário do Agnelli, e quanto é o dos operários da Vale... e aproveita tanta imaginação e imagina também a que centrais esses sindicatos são ligados...

Guilherme Souza disse...

Camaradas, dois dos sindicatos que representam os trabalhadores da Vale são da Conlutas. E os sindicatos estão levando a categoria a palavra de ordem, se demitir em massa ocupação das minas!

É algo a se construir ainda, é preciso ganhar os trabalhadores para o nosso programa, porém, é a única alternativa!

Todo apoio aos trabalhadores da mineração!
Nenhum direito a menos!

comerciário disse...

Pelo que eu entendi, a proposta do bacana aí não é suspender as leis trabalhistas apenas no setor da mineração...

Pelo que entendi, ele está sugerindo ao Lula que "suspensa temporariamente" os direitos trabalhistas de TODOS os trabalhadores brasileiros, através de alguma Medida Provisória...

Vai sonhando, bacana... Se isso acontecer, vai ter Grécia...

Anônimo disse...

greve geral?????? contra o lula???? seria uma boa, mas acho que ainda é cedo!

Fabiano disse...

Anônimo, também acho cedo... O texto fala de greve geral, por que efetivamente seria uma necessidade...

Mas a popularidade do presidente pode ir por espaço em pouco tempo a dpeender de como a crise atinja o Brasil em 2009... esses 70% alcançados na última pesquisa vai descer rapidamente... só pra lembrar muitos ja estão sendo demitidos, se passa essa proposta do Agnelli... o nível de vida das massas vai piorar muito rapidamente... por tanto... temos que nos preparar para essa situação sim!

Anônimo disse...

Pessoal, o portal do partido está com um artigo sobre as declarações do Agnelli, no especial crise. Olhem só
abs

J.P. disse...

Fico com o "Mancha": DEMITIU, PAROU. O mesmo em relação aos direitos. Pela construção de uma greve geral.

"As mãos que trabalham, são as que devem decidir."

Anônimo disse...

Não basta belas palavras ou boas intenções para agitar greve geral!!! temos que ter condições objetivas!!!

Necessário é a revolução socialista, mas quem fica agitando ou falando isso sistematicamente, acho que esta no minimo meio descolado da realidade!

no caso das fabricas DEMITIU, PAROU! essa linha do PSTU é boa! MAs vamos de vagar com a greve geral....

abração

Iskra disse...
Este comentário foi removido pelo autor.