sábado, 24 de maio de 2008

Parada do orgulho gay em São Paulo terá bloco classista, combativo e independente.

logo_conlutas_glbt

A CONLUTAS participará da parada de amanhã, dia 25 de maio, com "um bloco para resgatar o espírito de Stonewall, que deu origem ao Dia do Orgulho Gay".

Leia a convocatória aqui.

2 comentários:

Morte aos burocratas disse...

Os burocratas-empresários da Associação da Parada resolveram inventar um pretexto para permitir que a PM fascista de São Paulo realizasse o seu velho sonho: espancar e prender os ativistas da CONLUTAS.

Anônimo disse...

Na revolução bolchevique de 1917 não havia gays. Na URSS não havia parada gay. Na Coréia do Norte não há parada gay. Em Cuba, não há parada gay. Nos países bolivarianos não há parada gay. Não há nenhum gay nas guerrilhas latino-americanas.
Acho uma influência capitalista neo-liberal esta história de o PSTU e CONLUTAS estarem nesta luta que não tem nada a ver com o marxismo-leninismo tal como o conhecemos. Ou está havendo uma releitura? Não é uma simples questão de igualdade de direitos, mas uma permanência nas fontes marxistas. Além do que, numa democracia realmente socialista, tal coisa não aconteceria.

ILLICH