quarta-feira, 21 de maio de 2008

O facão em defesa do Xingu

tuira-1989-2008

Ontem, dia 19, o 1º Encontro dos Povos Indigenas do Xingu foi palco de um marcante protesto contra as obras da Hidrelétrica de Belo Monte que fazem parte do PAC. Que o diga o engenheiro Paulo Fernando Rezende que foi ao evento para defender a realização das obras para uma platéia repleta de representantes das comunidades indígenas.

Segundo notícia do Estadão o protesto foi liderado por Tuíra Caiapó, que em 1989 ameaçou com um facão o então diretor da Eletronorte e hoje presidente do grupo Eletrobrás, José António Lopes, no Encontro de Altamira.

O Estadão disponibilizou uma pequena galeria de imagens dos protestos. Confira aqui.

Abaixo o video com a cobertura do Jornal da Globo sobre o episódio.

6 comentários:

Cãndido disse...

Tô fazendo uma cobertura do evento no meu blog. Infelizmente não pude está lá para dar a minha porrada também.
o
Valeu pelo link de acesso. Coloquei o Molotov no meu também.
Cândido
candidoneto.blogspot.com

wilson rezende disse...

Veja esta http://wilsonrezende.zip.net/arch2008-05-18_2008-05-24.html#2008_05-22_09_01_14-113965534-0denúncia:

Anônimo disse...

Acho que indio tem que ser defendido sim mas tem que viver como indio.

- isolado
- sem antibiótico
- sem tv a cabo
- sem dirigir caminhonete da FUNAI
- sem camera de video
- não pode comprar carne no açougue
- não pode comprar nada no supermercado
- se quiser facão que saia sozinho da idade da pedra.
- se tiver uma peste qualquer na aldeia não devemos interferir. Que morram todos.
- A igreja, pricipalmente a dos padres que falam portugues com sotaque italiano não deve chegar perto de indio.

Ou seja, criamos a reserva jogamos os indios la dentro e pronto. Quem tentar entrar - pena de morte, quem tentar sair - pena de morte.

tá resolvia a questão indigena. Não precisa dar PORRADA cãndido. Porrada é na cidade. Vai lá pra Brasilia dar porrada no Lula vai.

Revolucionario de cueca.

Anônimo disse...

A gora pode me chamar de nazi reacionario (o que não sou) que eu não ligo a minima.

Felipão disse...

Caro anônimo. sua colocação é perfeita. Meus cumprimentos!
Este tal de Cândido defendendo essa violência toda é triste. Pode-se discordar do engenheiro da Eletrobras sem ter que atacá-lo com facão. Por quê não fico surpreso de encontrar este tipo de comentários neste blog?

JB disse...

Disponibilizo charges engajadas sobre BeloMonte.
http://peledaterra.blogspot.com/2011/01/blog-post_23.html