sábado, 26 de abril de 2008

Videos da Greve do Peão de Fortaleza

A greve da construção civil completou quatro dias e é acompanhada de perto por toda a população de Fortaleza.

Boa parte da imprensa local que nunca faz a cobertura dos operários acidentados, da jornada de trabalho exaustiva e dos salários aviltantes fez um cobertura que só faltou chamar os operários de terroristas. Por isso para alguns só o que aparece é que a greve está sendo uma baderna, vandalismo puro e coisas do gênero.

O video a seguir é uma das coberturas mais amenas que está sendo feitas pela imprensa local. Em resumo: "a greve é justa, mas violência não leva a nada".

É verdade que existe muita indignação e rebeldia e algumas vezes os ânimos da classe explodem, mas isso em nada desmerece a luta justa da categoria.

Alguns videos gravados por pessoas comuns começam a surgir no YouTube. O video abaixo é do usuário Thomas Couto e mostra uma das passeatas que correm a cidade diariamente a partir de um dos piquetes organizados em 15 áreas distintas de Fortaleza.

Um comentário:

chico pezão disse...

Esse Edson Silva, apresentador do Cidade 190, é muito contraditório...

Ele é deputado estadual, e uma vez eu vi na TV Assembléia ele participando de uma audiência pública no interior do Estado, e o discurso dele era mais ou menos o seguinte:

"Os poderosos não querem dar educação ao povo porque tem medo de que se o povo tiver educação, vai aprender a se mobilizar e lutar pelos seus direitos. Vejam o exemplo do Chile. Na semana passada teve grandes passeatas no Chile, com quase MEIO MILHÃO de pessoas nas ruas, enfrentando a polícia, levando chibata, mas sem esmorecer. Esse é o exemplo que o povo brasileiro tem que aprender".

EU VI O EDSON SILVA FALAR ISSO! (Não exatamente com essas palavras, mas quase igual).

Não tem como ele negar, passou na TV Assembléia, está registrado nos arquivos.

Agora, esse cidadão vem dizer que a greve dos trabalhadores da Construção Civil tem que ser "de pijama", todo mundo em casa, sem fazer passeata, sem enfrentamento!!

Qual é, Edson Silva? Só os chilenos que podem ir pra rua e quebrar o pau? Você não disse que era um exemplo a ser seguido?

É muito fácil encher a boca pra dizer que "é só parar de trabalhar e pronto". Só que as coisas não são simples assim!

Tem muito canteiro de obra que os patrões fazem um tremendo terrorismo psicológico, ameaçando demitir quem aderir a greve (o que é tipificado como crime contra a livre atividade sindical), e mandam os trabalhadores chegarem mais tarde, lá pelas 10 horas da manhã, para despistar o piquete de greve.

E claro que tem muito trabalhador que fica com medo, e vai mesmo trabalhar às 10 horas. Aí quando o piquete de greve descobre a manobra, e vai lá tentar parar essa obra, o mestre de obras e o engenheiro tentam impedir o direito do livre acesso dos diretores do sindicato ao interior do canteiro, para chamar os trabalhadores que estão lá dentro a pararem o serviço (outro crime contra a atividade sindical).

Essas coisas ninguém fala na imprensa!!