quarta-feira, 24 de fevereiro de 2010

Greve geral sacode a Grécia

Trabalhadores e estudantes pararam a Grécia nesse dia 24 de fevereiro, contra o pacote de cortes e arrocho do governo do país. Algo como 2,5 milhões de trabalhadores cruzaram os braços nessa greve que já é a segunda greve geral só em fevereiro.

Entre os ataques que o governo grego quer impor, sob pressão do FMI e da União Europeia, estão a redução salarial dos servidores, reforma da previdência e aumento dos impostos. Na capital Atenas, dezenas de milhares de trabalhadores e estudantes marcharam contra o pacote e enfrentaram a polícia.

Clique na imagem abaixo e assista a reportagem sobre a greve editada pela Reuters:

Um comentário:

Cogito disse...

O grande estado da Grécia possui bancos, hospitais, igrejas, cassinos, loterias, hotéis, água, eletricidade, refinarias de petróleo, companhias de seguro, entre outras coisas; enfim, o Estado está presente em todos os setores da economia e sociedade, com o governo possuindo cerca de US$ 12 bilhões em ações da Bolsa de Atenas.
Inesperadamente, as previsões do governo, de um déficit de 6,7%, se transformaram em um déficit de 12,7% do PIB.

Porque será heim ? não consigo imaginar como um estado forte, que faz nascer grana no pasto, esta em crise.