sexta-feira, 27 de fevereiro de 2009

Dá pra não ler...

A Folha de S. Paulo perdeu a linha e seus editorialistas acharam por bem defender os generais. A partir da comparação da "violência" dos regimes militares, o jornal chegou a conclusão de que a ditadura brasileira não passava de uma "ditabranda".

Saiu assim mesmo, no editorial de 17 de fevereiro:
"Mas, se as chamadas "ditabrandas" -caso do Brasil entre 1964 e 1985- partiam de uma ruptura institucional e depois preservavam ou instituíam formas controladas de disputa política e acesso à Justiça-, o novo autoritarismo latino-americano, inaugurado por Alberto Fujimori no Peru, faz o caminho inverso. O líder eleito mina as instituições e os controles democráticos por dentro, paulatinamente."

Quer dizer, que a ditadura militar não merece esse nome? E que manteve o acesso à Justiça? o que dizer das torturas, dos familiares que peregrinavam nos quartéis em busca de seus desaparecidos?

A Folha na prática ameniza os crimes da ditadura, tentando tornar esse período "menos pior" e aceitável. O jornal, cuja trajetória está longe de ser de esquerda e inclusive compartilha lembranças nada nobres com o aparelho de repressão da época, foi duramente criticado. Intelectuais escreveram cartas à redação. O jornal respondeu com mais ataques e absurdos.

Chega de manifestantes serem chamados de baderneiros. De moradores pobres e negros serem criminosos. De ditaduras serem ditabrandas. Se você é assinante, escreva pra lá e use as palavras certas. E deixe a sua assinatura também na petição online.

  • A propósito, que tal reler o artigo do portal do PSTU sobre a trajetória da Folha e de Otávio Frias
  • 4 comentários:

    AF STURT disse...

    olá pessoal do molotov,tem um evento marcado para o dia 07 de março de 2009,em frente a sede do jornal folha de são paulo.será num sabado as 10 da manhã.esse evento é uma reação da esquerda brasileira sobre os absurdos do tal editadorial da folha.diversos sites,entre eles,o vermelho e via mundo já aderiram a eles.
    segundo o blog cicadia.com,que inciou o protesto ,não importa o volume mas sim o protesto .
    paulistanos compareçam,e vc que estará em sp no dia 07 também faça uma força e participe.
    saudações socialistas...

    Anônimo disse...

    A crise econômica mundial comparável à Grande Depressão dos anos 30 já começa a fazer a burguesia brasileira sentir saudades da ditadura, e ensaiar uma "volta dos militares".

    Provavelmente estão inspirados pelos informes do Pentágono, de que com a crise econômica, uma das principais preocupações da "Segurança Nacional" norte-americana não será mais o "terrorismo" e sim os protestos causados pela insatisfação popular dentro dos próprios Estados Unidos. Se o Pentágono já começa a cogitar a utilização de tropas militares para reprimir o povo dentro dos EUA, a burguesia brasileira já começa a se sentir com "carta branca" do Grande Irmão do Norte para imitar o exemplo aqui no Sul.

    Mas é bom a burguesia lembrar que, nos últimos 10 anos, a única tentativa de golpe militar de direita na América Latina, na Venezuela em 2002, foi fragorosamente DERROTADA pelo povo. O povo não é mais bobo... Se tentarem golpe, vão ser recebidos pelo povão na base da bala de revólver.

    Anônimo disse...

    A peticao on-line nao estah funcionando!!!

    Saudacoes Socialistas

    Pravda! disse...

    O link para a petição foi corrigido. Agora está funcionando:
    http://www.ipetitions.com/petition/solidariedadeabenevidesecomparat/

    abs