sábado, 16 de janeiro de 2010

"Ajuda humanitária" do Brasil inclui bombas de gás lacrimogêneo, cassetetes e balas de borracha

Enquanto a população do Haiti padece nas mais terríveis condições, o Brasil despacha para lá uma estranha carga.

De acordo com o ministro da Defesa, Nelson Jobim, o governo brasileiro está enviando ao Haiti armas não letais, como armas munidas com balas de borracha, bombas de gás lacrimogêneo e cassetetes, para “apoiar as tropas”.

Isso porque as tropas da Minustah sob a liderança do Brasil já estão se preparando para reprimirem possíveis manifestações contra a falta de comida, água e remédios que, avaliam, se aprofundarão nos próximos dias. “Tendo em vista a falta de água, de combustível e alimentos, as pessoas começarão a ficar revoltadas”, afirmou Jobim

4 comentários:

tato ls disse...

isso é ridículo já que seria muito mais fácil prevenir tais conflitos doando em vez de pancada alimentos, remédios...
<>

Marco disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Iur Brisou disse...

Comunista de Merda! Vai beijar o Hugo Chaves e o Fidel Castro!

Pedro Lages disse...

É, vai ver é melhor deixar os cidadãos se matarem atrás de remédios e comidas, deixar tudo virar um tumulto.

Pensem antes de falar bobagem... Bando de comunistas sujos.